Mercado da bola: Sport corre atrás de reforços

Crédito da Foto: Reprodução/ Facebook oficial do Sport

Tentando acatar o pedido do técnico Falcão por mais opções no elenco, o Sport corre contra o tempo para intensificar as negociações por reforços.

LEIA MAIS:
ADIEL, O ÚLTIMO DOS SEM MOICANOS
10 FATOS DO FUTEBOL QUE DEVERIAM TER SIDO GRAMPEADOS PARA QUE TODOS SOUBESSEM O QUE ACONTECEU

Com chances mínimas de conseguir fechar com algum atleta até sexta-feira (18), data em que se encerra as inscrições para o campeonato estadual, o foco da diretoria passou a ser alcançar pelo menos o prazo da Copa do Nordeste, que se encerrará no dia 25.

Quase pronto. É assim que trata a diretoria do Sport a respeito do elenco do clube para as primeiras competições do ano. A ideia inicial da comissão técnica era contar com um elenco mais reduzido que o convencional no futebol brasileiro, entretanto, o acúmulo de lesões e a instabilidade do time na temporada fizeram com que a cúpula de futebol rubro-negra prosseguisse com as mangas de fora para reforçar a equipe.

Em entrevista ao Superesportes na terça (15), o vice-presidente de futebol Arnaldo Barros falou em “trabalho árduo” para trazer os jogadores solicitados por Falcão. Contudo, como de praxe, os nomes dos jogadores que negociam com o clube são guardados a sete chaves. Buscar novas peças  nos países vizinhos não está descartado, mas com uma via mais demorada para documentações e regularização, as chances são mínimas. O que se sabe apenas é que o clube busca por mais um meia e um atacante.

A expectativa por novos nomes é facilmente percebida pela torcida, que nas redes sociais mostra uma grande inquietação. Uma mistura de impaciência com megalomania pode ser vista em um paralelo de criticas e citações de nomes que variam de Ronaldinho Gaúcho a até o holandês Rafael Van De Vaart.

Mais serena, a direção mostra calma. Admite que o grupo não está fechado, mas apresenta respaldo e satisfação com o atual elenco.