Mattos credita maus resultados do Palmeiras à ‘falta de organização’ em campo

Divulgação/Cesar Greco/Ag. Palmeiras

A série de maus resultados do Palmeiras em partidas recentes na temporada se deve à falta de organização da equipe em campo. Esta é a opinião do diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos, em entrevista feita para a ESPN Brasil nesta quinta-feira (17).

LEIA MAIS

SÃO PAULO NÃO CAI NA FASE DE GRUPOS DA LIBERTADORES DESDE 1987

Em Montevidéu, onde assistirá ao jogo do Verdão com o Nacional (URU) pela Taça Libertadores da América, o dirigente usou esta justificativa para contrapor o pensamento de que a falta de um meia ‘clássico’ contribua para a irregularidade das atuações alviverdes.

“Pode ter o melhor camisa 10 do mundo, mas se não tiver coletivo, (o time) não anda. Precisamos de um coletivo melhor e daí as jogadas vão sair e os gols também. O time correrá menos, os atacantes vão receber a bola em melhores condições para finalizar”, declarou Mattos,

Cleiton Xavier seria o jogador a assumir o papel de ‘camisa 10’ da equipe, mas uma série de lesões vem impedindo que o meia entre no time titular. A contratação de um jogador para a posição, na visão do diretor de futebol do Palmeiras, não será a solução dos problemas do time,

“A preocupação é com o coletivo. Quanto a jogador, nós estamos sempre abertos ao mercado. Sempre queremos fazer uma equipe forte e fortalecê-la ainda mais, com uma organização diferente. Quando ela fluir, vão aparecer mais facilidades durante o jogo. O camisa 10, sozinho, se o time não estiver organizado, não vai andar”, analisou.

(Crédito da Foto: Divulgação/Cesar Greco/Ag. Palmeiras)