Marcelo Grohe destaca: “Heróis são todos os que jogaram”

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Marcelo Grohe foi o grande destaque da última partida do Grêmio pela Libertadores. Realizou ao menos quatro defesas com um grau de dificuldade enorme. O goleiro fez questão de destacar o empenho de todo o time no empate, e dividiu o resultado com os seus colegas.

LEIA MAIS:
EX-CLUBE DE BOLAÑOS DEU DICAS PARA O GRÊMIO SUPERAR A ALTITUDE CONTRA A LDU
ENQUETE – QUEM É MELHOR: MARCELO GROHE OU ALISSON? VOTE!
GRÊMIO DEVE CONTRATAR MAIS DEFENSORES CASO AVANCE NA LIBERTADORES
HERÓI DO GRÊMIO NA ARGENTINA JÁ DESPERTOU O INTERESSE DE GIGANTE DA EUROPA

“Heróis são todos os que jogaram. Foi um jogo muito difícil, eu já tinha jogado aqui em 2014 e sabia como era. Todos lutaram, correram até o final, e fomos premiados com o gol de Lincoln”, disse o jogador.

Além disso, o goleiro admitiu que atuação da equipe ficou abaixo do esperado, principalmente por conta das atuação do ano passado.

“Eles tiveram algumas chances e, no segundo tempo, optaram por administrar. Claro que o resultado foi importante, mas sempre tem espaço para corrigir, e isso a gente deixa para o professor Roger avaliar, cobrar, se for preciso. Atingimos um nível no ano passado, e hoje somos cobrados por isso. Agora temos que encontrar a regularidade nas atuações”, destacou o camisa 1.

Outro aspecto que Grohe analisou é a motivação que a equipe terá para os próximos jogos diante de LDU e Toluca.

“Você conseguir um empate nos minutos finais aqui… O resultado negativo seria muito ruim. O San Lorenzo iria nos passar, e a gente tem um jogo difícil em Quito. Realmente ia ficar muito ruim. O empate nos mantém bem colocados, vivos na competição, e acredito que o grupo vai ser decidido na última rodada. Se a gente não conseguir matar antes, pelo menos decidimos em casa”, finalizou.