Libertadores: Por classificação, vice do São Paulo fala de pacto com Bauza

Crédito da foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Com o São Paulo em situação complicada na Taça Libertadores da América após o empate por 1 a 1 na quarta-feira (16) com o Trujillanos-VEN, o vice-presidente de futebol do Tricolor, Ataíde Gil Guerreiro revelou a existência de um ‘pacto’ com o técnico Edgardo Bauza e os jogadores pela classificação para a próxima fase da competição sul-americana.

LEIA MAIS

Segundo blog, São Paulo é o time que mais perdeu pênaltis em 2016

Opiniâo: Lições que o São Paulo deveria aprender com a Champions League

Ao Uol Esporte, o dirigente falou que o pacto foi firmado após o jogo com o Trujillanos e que a diretoria apóia o compromisso dos atletas com o treinador para manter o São Paulo na briga pelo quarto título da competição.

“Os jogadores, voluntariamente, fizeram um pacto de ganhar as três partidas que restam. Eles com o Bauza, dentro do vestiário depois do jogo, em meio aquela decepção geral e nós apoiamos. Eles fizeram questão disso. Os jogadores estão se dedicando para valer”, declarou Ataíde.

“Acreditamos na classificação, embora a gente saiba que precisamos ganhar as três partidas. Esperávamos conseguir quatro, o que infelizmente não deu certo. Estou super chateado, nós não esperávamos o resultado, isso não estava no programa”, concluiu o dirigente são-paulino.

O São Paulo é o terceiro colocado da chave, com dois pontos ganhos e voltará a campo no próximo dia 5 de abril para enfrentar em São Paulo o próprio Trujillanos, na tentativa de evitar a eliminação ainda na fase de grupos, o que não ocorre desde 1987.

(Crédito da foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)