Jovem belga surpreende Wawrinka e dá adeus a Indian Wells

Credito da foto: Reproducao/Facebook oficial BNP Paribas Open

A escrita de 2015 foi mantida e, precocemente, o suíço número 4º do mundo, Stan Wawrinka, está eliminado do Masters 1000 de Indian Wells. Se no ano passado, a derrota foi para o holandês Robin Haase, desta vez, o revés veio diante do belga de 25 anos (18º no ranking), David Goffin, por 2 sets a 1, parciais 6/3, 5/7 e 7/6 (7/5), em 2h25 min, e assim está garantido nas quartas de final.

LEIA MAIS:

EM PARTIDA EQUILIBRADA, DJOKOVIC VENCE E AVANÇA EM INDIAN WELLS

Wawrinka desejava acabar com o martírio de nunca ter passado das quartas do torneio americano, porém, o fantasma vai persistir pelo menos até 2017. Cometeu vários erros no jogo e apresentou um tênis muito abaixo de sua categoria.

O primeiro set começou equilibrado, com ambos confirmando seu serviço. Foi assim até o quinto game, quando o suíço sacava em 2/2 e tinha a seu favor um 40/15, mas errou muito e com uma dupla falta, veio a primeira quebra da partida. A partir daí, Wawrinka sentiu a pressão, cometeu várias falhas e perdeu o saque em mais uma oportunidade, e assim, viu o belga abrir 5/2. Sem dificuldades, fechou a primeira parcial em 6/3.

Na segunda parte, o cenário parecia ainda pior para o número 4º. Goffin aproveitava os inúmeros equívocos de seu adversário para abrir vantagem no placar. Wawrinka começou a perder a paciência consigo mesmo. Sobrou para a pobre raquete, destruída por ele. O belga sem tomar conhecimento, quebrou por duas vezes o serviço de Stan e abriu um surpreendente 4/0, praticamente com a vitória em suas mãos.

No entanto, do outro lado da quadra, estava simplesmente o atual Campeão de Roland Garros, que acordou e mostrou seu poder de reação. Conseguiu sua primeira quebra, na sequência confirmou o serviço e novamente, jogando no limite, obteve mais uma quebra. O que parecia impossível, aconteceu. Mesmo ainda um tanto equilibrada, neste momento o marcador apresentava um 5/5, Wawrinka apertou os cintos e com a colaboração de Goffin, fechou a parcial em 7/5, levando para o terceiro e decisivo set.

Entretanto, Stan voltou a confessar os mesmos pecados de outrora. O belga, por pouco, também não desperdiçou seu game, mas confirmou. A partida voltou a ficar equilibrada, os dois faziam valer a vantagem do saque e, desta forma, a decisão ficou para o tiebreak.

O nervosismo e atenção tomavam conta das arquibancadas do Estádio 2 de Indian Wells. Sacando em 5/5, Wawrinka desperdiçou uma bola fácil, com sangue frio, Goffin aproveitou e fechou em 7/5.

Seu próximo adversário será o croata Marin Cilic (12º), que venceu o francês Richard Gasquet (10º), por 7/5, 5/7 e 6/2.