Inter tem um trunfo para lidar com o polêmico Teo Gutierrez

Foto: Divulgação Sporting

O Inter não vê o polêmico histórico extracampo de Teo Gutierrez como obstáculo para a contratação do colombiano. Com o aval do técnico Argel Fucks, o colorado está convicto no nome do atacante de 30 anos e quer o jogador do Sporting para a sequência da temporada de 2016.

LEIA MAIS:

10 torcedores que ligaram a nomeação de Lula como ministro ao futebol

Site diz que São Paulo quer ir à Fifa contra o Inter no caso Michel Bastos

Em entrevista concedida à Rádio Renascença, de Portugal, o vice-presidente de futebol Carlos Pellegrini pôs panos quentes no tema “extracampo” de Gutierrez e citou um trunfo importante que o Inter dispõe para lidar com o jogador. Segundo o dirigente, o perfil do técnico Argel Fucks será suficiente para “colocar” Teo nos eixos.

“Sabemos que é um jogador difícil de lidar, mas não é só anjo que um clube de futebol pode ter no seu plantel. O Argel tem capacidade para domar um jogador problemático. A gente sabe que o jogador é uma boa pessoa e um bom profissional”, disse o dirigente”, avaliou.

Pellegrini também adiantou que as negociações estão em um estágio absolutamente inicial e que não pensa em ter o jogador antes de junho. “Ainda está muito no princípio. É uma situação que ainda tem que ser conversada. Com certeza é para o final da temporada de Portugal”, acrescentou.

Polêmicas

Polêmicas não faltam na carreira do atacante colombiano. Em 2009, quando defendia o Trabzonspor, da Turquia, Teo acabou expulso de um duelo contra o Besiktas após acertar um soco em um rival. Já no Racing, da Argentina, em 2011, teve um desentendimento com o goleiro reserva Mauro Dobler.

Em dezembro de 2015, já atuando pelas cores do Sporting, o colombiano marcou um gol e quis escrever o seu nome no gramado. Para tanto, “roubou” o spray do árbitro, que não compactuou com a atitude e lhe atribuiu um cartão amarelo.



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Fã de esportes, sobretudo tênis. Colorado por paixão, jornalista por vocação e tenista por opção.