Ex-atacante de Palmeiras e Flamengo, Gaúcho morre aos 52 anos

Reprodução/YouTube

Conhecido como Gaúcho, o ex-atacante Luís Carlos Tóffoli morreu nesta quinta-feira (17), aos 52 anos. O atleta, que se destacou com as camisas de Palmeiras e Flamengo, lutava contra o câncer de próstata. A informação foi divulgada pelo clube carioca, por meio de sua assessoria de imprensa.

LEIA MAIS:
VEJA 5 NOTÍCIAS DO PALMEIRAS QUE ESTÃO BOMBANDO NESTA QUINTA-FEIRA!
VEJA DEZ MOTIVOS PARA O CARIOCA PASSAR O FIM DE SEMANA EM SP E ACOMPANHAR O FLA-FLU

 

De acordo com o jornal “Lance!”, o corpo do ex-jogador será enterrado em Goiânia entre segunda e terça-feira da próxima semana.

Natural de Canoas, no Rio Grande do Sul, Gaúcho foi revelado pelo Flamengo, clube em que seria campeão brasileiro em 1992. Mas foi no Palmeiras que o jogador protagonizou um dos grandes lances de sua carreira.

Em uma partida entre Palmeiras e Flamengo pelo Campeonato Brasileiro de 1988, Gaúcho teve de substituir o goleiro Zetti, então no alviverde, que deixou a partida após se lesionar após uma dividida com o atacante rubro-negro Bebeto.

Após o empate por 1 a 1 em tempo normal, o atacante-goleiro brilhou mesmo na disputa de pênaltis. Gaúcho defendeu os chutes de Aldair e Zinho. E o Palmeiras venceu.

Além de Palmeiras e Flamengo, Gaúcho também vestiu as camisas de Grêmio, XV de Piracicaba, Santo André, Atlético-MG, Ponte Preta, Fluminense e Anápolis no Brasil. No exterior, foi atleta do Verdy Kawasaki, do Japão, Lecce, da Itália, e Boca Juniors, da Argentina.



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.