“Eles têm medo de me enfrentar”, declara St-Preux sobre seus adversários

Crédito da foto: Reprodução/Instagram oficial do Ovince St-Preux

Ovince St-Preux está pedindo que o UFC marque sua próxima luta desde sua vitória conta Rafael Feijão no dia 06 de fevereiro no evento UFC: Hendricks x Thompson, mas até o momento nenhuma luta foi agendada. Em uma entrevista para o site “MMA Fighting”, St-Preux declarou que seus oponentes têm medo de enfrentá-lo.


LEIA MAIS:
UFC 198: ANDERSON SILVA VOLTA AO OCTÓGONO NO EVENTO DE CURITIBA
WERDUM ATACA MCGREGOR E CHAMA IRLANDÊS DE “PROSTITUTA”
UFC 197: JON JONES DECLARA QUE NÃO TEM COMO PERDER A LUTA CONTRA CORMIER

“Os caras da minha divisão estão com medo de me enfrentar. Entendo isso, estou quebrando braços e finalizando com coisas nunca vistas antes. Vamos lá, Joe Silva (matchmaker), faça alguém se levantar para me enfrentar. Gustafsson, Bader, Manuwa e Latifi não estão com lutas marcadas. Eu adoraria uma revanche com Bader, pois ele é um ótimo lutador e não tem medo de ninguém. Se não forem estes, que tal Josh Barnett ou Travis Browne? Aqueles caras do peso-pesado não possuem medo”, afirmou o lutador durante a entrevista.

St-Preux acreditava ser o oponente ideal para substituir Mauricio Shogun na luta contra Rashad Evans, após a lesão do brasileiro. Porém o lutador escolhido foi Glover Teixeira, decepcionando o haitiano.

“Não fui chamado para enfrentar Rashad, mas a luta é basicamente na minha cidade, Immokalee, e eles sabiam que eu queria essa luta. Eu não fui oferecido ao Minotouro apesar de ter vencido o cara que vai enfrentá-lo. Minotouro seria um sonho para mim agora. Agora vejo Corey Anderson ser escalado para lutar após vencer Tom Lawlor”, finalizou o lutador haitiano.

St-Preux de 32 anos, possui 19 vitórias em sua carreira, sendo nove por nocaute, e as outras 10 divididas em finalizações e decisões dos juízes. Dentro do UFC ele possui sete vitorias e sete derrotas.