Diretoria do Rio Preto fecha acordo com zagueiro

Crédito da foto: Reprodução/Facebook oficial

A diretoria do Rio Preto informou que selou um acordo trabalhista com o zagueiro Diego Correa Bobbo. Ex-jogador do Jacaré, ele ingressou com ação contra o clube, alegando falta de pagamento e descumprimento no seu contrato de trabalho.

LEIA MAIS:
Paulistão Série A3: Atibaia e Rio Preto vencem e seguem líderes da competição

No processo, do ano de 2014, o Rio Preto acabou sendo condenado ao pagamento de mais de R$ 500 mil. No acordo concretizado nesta segunda, o clube se comprometeu em pagar ao atleta R$ 120 mil, divididos.

“Assumimos uma herança maldita. O clube falido, abandonado e várias dividas. Estamos limpando a casa ainda. A diretoria e o departamento jurídico tem trabalhado incansavelmente para deixar tudo em ordem”, afirmou o vice José Eduardo Rodrigues.

Márcio Mendonça, vice, Gustavo Escobar, advogado trabalhista do clube, Marco Feitosa, diretor jurídico, trabalharam em conjunto no acordo com o ex-jogador. “O valor da ação era irreal. Só chegou nesse ponto, porque não houve defesa”, afirmou Mendonça.