Com um jogador a menos, Grêmio Osasco conquista empate heroico em Ribeirão Preto

Tiago Heber / Grêmio Osasco

Mesmo com a expulsão de Denilson, o Grêmio Osasco conseguiu arrancar um empate contra o Comercial pela décima rodada da Série A-3 do Campeonato Paulista.

LEIA MAIS:

PARTIDA DO OSASCO AUDAX CONTRA O ITUANO TERÁ TROCA DE GARRAFAS PET POR INGRESSOS
TÉCNICO DO GRÊMIO OSASCO AFIRMA: “COM GOLEADA OU SEM, O IMPORTANTE É VENCER”

Em seu melhor momento na Série A-3, o Grêmio Osasco entrou em campo pela décima rodada com a chance de colar na liderança do campeonato. Mas mesmo com uma boa sequência, a equipe sabia que encontraria dificuldades contra o tradicional time do Comercial, no Estádio Palma Travassos, em Ribeirão Preto. E foi em meio às dificuldades que o Geo saiu atrás no placar no primeiro tempo, perdeu Denilson – expulso – logo no começo da segunda etapa, mas deu a volta por cima e conquistou o empate com Bruno Leandro.

O primeiro tempo começou com o Grêmio Osasco pressionando o time da casa e trazendo perigo principalmente nas bolas paradas e cruzamentos com o lateral-esquerdo Willian. O Comercial, compacto e com forte marcação, apostava na velocidade de Elvinho e Naldinho para se lançar ao ataque pelas beiradas do campo.

Aos 24 minutos, em jogada de velocidade pelo lado esquerdo, Bruno Leandro cometeu falta no camisa sete do Bafo para cortar o contra-ataque e evitar que a equipe saísse em vantagem no ataque. O próprio atacante cobrou na área, para um desvio de cabeça na segunda trave, onde Ronny, quase em cima da linha, empurrou para dentro do gol e abriu o placar para a equipe da casa.

Em rápida resposta, logo na sequência, mesmo com o time do Comercial ainda mais fechado no campo de defesa, Wilian tabelou com Borebi e fez o cruzamento para a área. Mateus desviou e a bola sobrou para Castro, que chutou rasteiro para trazer perigo.

Na etapa final, o Comercial mostrou que apostaria ainda mais nos contra-golpes e se concentrava na marcação na metade do campo, dando liberdade para o Geo trabalhar a bola. Na pressão, o Grêmio Osasco voltou com tudo e se lançou ao ataque, mas em rápido contra-ataque, Elvinho disparou e Denilson cometeu a falta no meio de campo. Amarelado na primeira etapa, o camisa 10 recebeu o segundo cartão na partida e foi expulso.

Com um jogador a menos, Lucas Macorin teve de sacrificar um atacante. Tirou Castro e apostou na entrada de Theo para segurar as chegadas em velocidade do lado direito da defesa osasquense que já contava com Wallace e Bruno Leandro pendurados. A alteração deu certo e o Comercial não encontrou mais facilidade para trabalhar a bola.

Do outro lado, na raça, o Grêmio Osasco novamente se lançou ao ataque para buscar o empate e contou com a bola parada de Willian para chegar ao gol. Em cobrança de falta precisa da entrada da área do lateral-esquerdo, aos 27 minutos, a bola sobrou para Bruno Leandro, na segunda trave, estufar a rede e deixar tudo igual.

Ao apito final, os jogadores comemoraram o empate como se fosse uma vitória e alcançaram a quinta colocação na tabela com 18 pontos. No próximo domingo, o time volta a campo no Estádio José Liberatti, às 10h, contra o Guaratinguetá.

FICHA TÉCNICA:

COMERCIAL 1 x 1 GRÊMIO OSASCO
Local: Estádio Palma Travassos (Ribeirão Preto)
Horário: 20h (horário de Brasília)
Data: 02 de Março de 2016, quarta-feira
Cartões amarelos: Thiago Moraes, Carlão, Diogo, Alemão, Robinson e Tiaguinho (Comercial); Wallace, Bruno Leandro, Alex Silva, Klauber e Denilson (Grêmio Osasco)

Cartão vermelho: Denilson

GOLS: Ronny (25’1T); Bruno Leandro (27’2T)

COMERCIAL: Thiago Moraes, Carlão, Alemão, Diogo e Makeka; Willian, Guilherme, Robinson (Josué); Naldinho (Negueba), Elvinho e Ronny (Tiaguinho).
Técnico: Leonardo Capiteli

GRÊMIO OSASCO: Gabriel Miotti, Wallace, Bruno Leandro, Hudson e Willian; Alex Silva, Klauber e Denílson; Castro (Theo), Borebi (Dieguinho) e Mateus (Rubens).
Técnico: Lucas Macorin

Colaboração: Dep. Comunicação Grêmio Osasco
Imagem: Tiago Heber / Grêmio Osasco



Estudante de Rádio, TV e Internet, Luiz Carlos Junior é narrador, comentarista e apresentador da TV Esporte Mais, canal de tv por assinatura da zona oeste metropolitana de São Paulo. Amante de futebol e voleibol, do amador ao profissional, Luiz também é apaixonado por música.