5 goleiros que jogaram no Santos neste século e você esqueceu

Divulgação/Santos

Alguns jogadores têm passagens tão fugazes por certos clubes que nem o mais fanático dos torcedores consegue lembrar, depois de algum tempo, que eles passaram por seu time do coração.

Leia também: 5 goleiros que jogaram no São Paulo neste século e você esqueceu
5 goleiros que jogaram no Corinthians neste século e você esqueceu
5 goleiros que jogaram no Palmeiras neste século e você esqueceu

O Santos está cheio destes casos: quem, em 2016, lembraria que o goleiro Pitarelli atuou pelo clube neste século?

Abaixo, relembre 5 goleiros que passaram pelo Santos desde 2001 e que, dificilmente, você lembraria “de cabeça”:

pitarelliPitarelli
Pitarelli, que fez fama no Guarani nos anos 90, chegou ao Santos em 2000. Foi reserva de Carlos Germano e também de Fábio Costa, até ser dispensado no meio de 2002. Sim, isso mesmo: Pitarelli ficou a poucos meses de ser campeão brasileiro. E mais: Júlio Sérgio, que jogou a primeira fase daquele torneio enquanto Fábio Costa se recuperava de lesão, foi contratado só depois de sua dispensa. Era para ter sido ele. Um grande “E se?” da história do clube.

rogerRoger
Roger ficou de 1997 a 2005 como reserva do São Paulo. Procurando chance para enfim ser titular, parou no Santos em 2006. Só que, pouco depois, Vanderlei Luxemburgo pediu o retorno de Fábio Costa. Pedido aceito igual a? Sim, Roger no banco novamente. Pouquíssimas partidas jogadas depois, saiu do clube em 2007.

 

douglasDouglas
O goleiro chegou ao clube em 2008 e, em uma fase em que ninguém consegua se firmar em um time que brigou dois anos contra o rebaixamento no Brasileiro, teve sua chance de ser titular por certo período. Isso incluiu uma goleada sofrida para o Vitória por 6 a 2, com diversas falhas dele, e pouco mais de 20 jogos ocm mais de 40 gols sofridos. Uma média nada animadora.

 

rafelRafael
Não, não é o Rafael campeão da Libertadores de 2011. Houve um xará do principal titular da “Era Neymar” quase 10 anos antes dele. Se trata de Rafael de Andrade Bittencourt Pinheiro, revelado na base do clube em 2002 e, sim, campeão brasileiro daquele ano. Inclusive jogou uma partida, contra o São Caetano, na última rodada da fase de classificação. A derrota por 3 a 2 quase eliminou o Santos e Fábio Costa voltou às pressas. Rafael, desde 2007, é titular e ídolo no Hellas Verona, da Série A italiana.

Divulgação/Santos
Divulgação/Santos

Sérgio
Uma das contratações mais polêmicas da história do clube ocorreu em 2009. Eterno goleiro do Palmeiras, Sérgio acabou no Santos no final de 2009, aos 39 anos, pedido por Vanderlei Luxemburgo para dar experiência aos goleiros da equipe então: Douglas e Felipe, com Fábio Costa lesionado. Nunca entrou em campo, mas ganhou salário, é claro.

Foto: Divulgação/Santos



Jornalista esportivo.