5 atacantes que jogaram no Palmeiras neste século e você esqueceu

Alguns jogadores têm passagens tão fugazes por certos clubes que nem o mais fanático dos torcedores consegue lembrar, depois de algum tempo, que eles passaram por seu time do coração.

Leia também: 5 meias que jogaram no Palmeiras neste século e você esqueceu
5 goleiros que jogaram no Palmeiras neste século e você esqueceu
5 zagueiros que jogaram no Palmeiras neste século e você esqueceu

O Palmeiras está cheio destes casos: quem, em 2016, lembraria que Kahê atuou pelo clube neste século?

Abaixo, relembre 5 atacantes que passaram pelo Palmeiras desde 2001 e que, dificilmente, você lembraria “de cabeça”:

lovinhoDaniel Lovinho
Depois de Vagner Love, Daniel Lovinho era a esperança do amor no Palmeiras. Jogou só 11 jogos entre 2009 e 2013, até rescindir o contrato sem ter marcado um gol sequer, e consequentemente sem conquistar o amor da torcida.

 

chuvaAdriano Chuva
O apelido era perfeito para um atacante: se fizesse muitos gols, era só dizer que fazia “chover”. Ficou só na imaginação a piada palmeirense, já que gols não foi o que Chuva fez em seus 19 jogos no clube em 2006.

 

 

kahe2Kahê
Kahê e um grande exemplo de como o brasileiro analisa tudo com imediatismo. Foram quatro gols em dois jogos, os dois primeiros no Palmeiras. Já virou ídolo, sondado pela Europa, quem sabe seleção. Doze jogos depois, nada de gols. Empréstimo para a Ponte Preta e, depois, sumiço pelo mundo.

 

maxMax
14 jogos, um gol, quatros anos com contrato e dispensa em 2011. No ano seguinte? Pego no doping enquanto atuava na Caldense. A justificativa? “O diabo me pegou”. É isso.

 

 

tadeuTadeu
Indicado por Marcos – sim, ídolos erram -, Tadeu fez 18 jogos, três gols, sendo dois no mesmo jogo, e foi emprestado. Voltou em 2011 para o time B e de lá nunca mais subiu ao principal.



Jornalista esportivo.