10 jogadores ”esquecidos” que atuam na Ásia

Reprodução\ Twitter @ArabicTabata

Uma lista de alguns jogadores que passaram pelo futebol brasileiro ou europeu e atualmente jogam na Ásia. Alguns deixaram saudade, já outros…

Muitos são os nomes de peso atuando no continente asiático na atual temporada, como Lavezzi, Jackson Martínez, Gervinho, Thiago Neves, Dário Conca, Paulinho, Ramires, Alex Teixeira… Todos já estão cansados de saber as estrelas que atuam por lá. Porém velhos conhecidos do futebol brasileiro e internacional também jogam na terra oriental sem o conhecimento de muitos. Vamos citar alguns casos nessa matéria:

Jael (Chongqing Lifan) – O ”cruel” com passagens por Flamengo, Bahia e Portuguesa atua no time chinês desde julho de 2015 com a camisa 10. Mas pra quem tinha fama de impiedoso na frente dos goleiros, o desempenho está bem fraco com apenas 2 gols em 11 jogos. Atualmente o jogador amarga a reserva na equipe e às vezes nem é utilizado nas partidas pelo técnico sul-coreano Woe-Ryong Chang, devido a boa fase do também brasileiro e desconhecido Fernandinho, autor dos 2 gols na vitória sobre o poderoso Guangzhou Evergrande.

Sulley Muntari (Al Itthad) – O volante ganês de 31 anos, com passagens pelos gigantes de Milão, Inter e Milan, atua na Arábia Saudita desde julho de 2015. Em 25 partidas contabiliza 3 gols.

Diego Maurício (Shijiazhuang Ever Bright) – O antes promissor ”Drogbinha” criado na base do Flamengo e ainda com passagens por Sport e Bragantino, chegou em Fevereiro deste ano no clube chinês. O jogador de 24 anos acumula 5 jogos e apenas 1 assistência na sua passagem pela China.

Obafemi Martins (Shangai Shenhua) –  O nigeriano de 31 anos com passagens pelos Estados Unidos, Itália, Rússia, Alemanha, Espanha e Inglaterra desembarcou na China em Fevereiro desse ano. Atuando junto com Fredy Guarín e Demba Ba, ”Oba Oba Martins” como ficou conhecido ainda não marcou nos 2 jogos que disputou.

Rodrigo Tabata (Al Rayyan) – O meio campista de 35 anos atua com a camisa 10 na equipe do Qatar, sendo o artilheiro desta edição do campeonato nacional marcando 13 gols, ajudando seu time a se sagrar campeão. Atua na equipe desde 2011 e acumula passagens por Goiás, Santos e Besiktas.

Kléber (Beijing Guoan) – O atacante brasileiro de 25 anos com passagens por Porto, Palmeiras e seleção brasileira, atua junto com Ralf e Renato Augusto no clube chinês. Contratado em Julho do ano passado, o jogador ainda não marcou nas 7 partidas que disputou.

Digão (Al Hilal) – Bicampeão brasileiro com o Fluminense, o zagueiro de 27 anos atua na Arábia Saudita desde 2014. É titular absoluto na zaga da equipe e esta temporada acumula 16 jogos mas ainda não balançou as redes.

Diogo (Buriram United) – Após passagens por Flamengo, Palmeiras, Portuguesa, Santos e Olympiacos, o atacante de 28 anos chegou em Julho de 2015 na Tailândia. Com incríveis 37 gols em 38 jogos, Diogo é o grande destaque da equipe, que disputa a Liga dos campeões Asiática nesta temporada.

Bruno Cortez (Albirex Niigata) – O lateral esquerdo de 29 anos que passou por Botafogo, São Paulo e Benfica, joga atualmente no Japão, onde chegou em Janeiro de 2015. Chegou a defender a seleção brasileira no Super Clássico das Américas em 2011. Na ocasião fez excelente partida tendo o nome gritado por todo o Mangueirão quando foi substituído ao final do jogo.

Vitor Júnior (Al Qadisiyah) – Sempre se destacando por sua velocidade e agilidade, o meia de 29 anos nunca conseguiu se firmar jogando no Brasil, rodando entre quase todas as regiões do país, jogando em clubes como Santos, Sport, Internacional, Coritiba e Botafogo. Após passagem pela Tailândia, o jogador se transferiu em Janeiro de 2016 para a Arábia Saudita. Nas 6 partidas que disputou nessa temporada marcou 1 gol.

São muitos os jogadores conhecidos atuando na Ásia, alguns embarcaram nesta aventura pelo dinheiro, outros por falta de mercado, mas é certo que estes nomes estão guardados para sempre na mente do torcedor, de maneira positiva ou negativa.

 



19 anos, estudante de Jornalismo, zagueiro nas horas vagas, nordestino com orgulho e um completo apaixonado por futebol.