WTorre reserva mais 5 shows para o Allianz Parque e supera 2015

Divulgação/Allianz Parque

Conforme a programação para 2016, o numero de shows que terá este ano no Allianz Parque, estádio do Palmeiras, vai superar a quantidade de shows que teve em 2015.

LEIA MAIS:
PALMEIRAS DEFINE ÚLTIMO ATLETA PARA FASE INICIAL DO PAULISTÃO; VEJA QUEM E QUANDO PODERÁ JOGAR
CESAR SAMPAIO ADMITE: “ERA MAIS GOSTOSO JOGAR NO PALMEIRAS DO QUE NA SELEÇÃO”

Já são seis apresentações confirmadas: Maroon 5 vai se apresentar duas vezes, Iron Maiden, Coldplay, Eros Ramazzotti e Andrea Bocelli completam a lista. E segundo o Globoesporte.com, para o segundo semestre a administradora do estádio do Verdão, já reservou mais cinco shows.

As datas estão confirmadas para os seguintes shows: Maroon 5 (17 e 19 de março), Iron Maiden (26 de março), Coldplay (7 de abril), Eros Ramazzotti (4 de junho) e Andrea Bocelli (12 de outubro). As outras ainda não foram divulgadas.

O Globoesporte.com pegou declarações do CEO da WTorre Entretenimento, Rogério Dezembro.

“Não podemos divulgar, por solicitação dos promotores, e porque também nem sabemos quais são os artistas. Serão mais quatro, talvez cinco shows. As reservas são para setembro, outubro e dezembro”, disse Rogério.

Rogério complementou falando sobre as reservas dos shows.

“As reservas que temos precisamos negociar, ver a questão de calendário dos jogos do Palmeiras. É importante registrar: quando o Palmeiras não joga na arena, não é porque a WTorre prioriza shows. Tem uma leitura simplista dessa história. Temos compromissos com os patrocinadores, com quem comprou camarote, de número de jogos e shows. Nosso trabalho é acomodar por completo o calendário do Palmeiras e o máximo de eventos possível além do futebol”, afirmou o CEO.

O executivo ainda comentou sobre o fato do Palmeiras não fazer jogos no seu estádio quando vai haver algum show lá.

“Quando temos que abrir mão de algo, seja show ou jogo, é sempre muito ruim para a gestão. Porque temos compromissos. O desafio é tentar coordenar essa agenda para evitar dizer não a um promotor ou deslocar um jogo para outro estádio. Até porque a gente paga penalidade ao clube quando não consegue receber o jogo por causa de um evento” concluiu.

Foto: Divulgação/Allianz Parque