Utah Jazz, do brasileiro Raulzinho, vence no estouro do cronômetro e alcança sétimo triunfo seguido na NBA

Divulgação/Utah Jazz

O Utah Jazz, equipe do brasileiro Raul Neto, o Raulzinho, segue sua trajetória ascendente na NBA. Na rodada desta terça-feira (9), o time da cidade de Salt Lake conquistou uma importante vitória fora de casa, sobre o Dallas Mavericks, na prorrogação, por 121 a 119, e chegou ao sétimo triunfo consecutivo na liga. O resultado positivo sobre o rival de conferência veio com uma cesta já com o cronômetro zerado, quando o jogo caminhava para a segunda prorrogação.

LEIA MAIS
Calouro do New York Knicks deixa adversário “perdido” e dá mais uma cravada espetacular na NBA; assista!
NBA: Com fratura no pé, Marc Gasol fica fora por tempo indeterminado e desfalca o Memphis Grizzlies
Miami Heat irá aposentar a camisa 32 de Shaquille O’Neal na próxima temporada

Paul George brilha e Pacers batem Lakers em casa com atuação apagada de Bryant

Jogando em Dallas, o Utah Jazz não se intimidou com a capacidade do time de Dirk Nowitzki e buscou o resultado após estar perdendo por 15 pontos de diferença. Os momentos chave para a vitória do time visitante aconteceram nos instantes finais. Primeiro, ainda no tempo regulamentar, o armador Rodney Hood matou uma bola de três da zona morta, com pouco mais de um segundo para o fim da partida, para empatar a partida em 110 pontos e forçar a prorrogação. Detalhe para a marcação de Chandler Parsons, que não deu espaço para Hood mas, ainda assim, foi superado pelo jogador rival.

No tempo extra, a equipe das regiões montanhosas chegou a assumir a frente, mas viu o Dallas empatar a partida. Com quatro segundos no relógio, o Utah teve a última posse de bola com o placar empatado. O ala Gordon Hayward recebeu o passe da lateral, ameaçou a infiltração mas usou do step back para vencer o relógio e converter o arremesso no zerar do cronômetro.

A dupla responsável pelas importantes cestas do Utah Jazz foram também os destaques da franquia na vitória. Hood foi o cestinha do time, com 29 pontos, enquanto Hayward colaborou com outros 20 tentos. Raulzinho teve atuação discreta no jogo, atuando por quase 19 minutos, tempo em que anotou oito pontos, distribuiu duas assistências e roubou uma bola. Porém, o mineiro acabou ejetado da partida com seis faltas e não pôde ajudar nos momentos cruciais.

Essa foi a sétima vitória consecutiva do Jazz, que tem a segunda maior sequência positiva na NBA – perdendo apenas para os dez triunfos seguidos do Golden State Warriors, equipe de melhor campanha da liga. O resultado deu também mais uma posição ao Utah na tabela, agora sétimo, com 26 vitórias e 25 derrotas. A franquia vai agora em busca da sexta posição, que pertence justamente ao Dallas. O próximo compromisso de Raulzinho e companhia será nesta quarta-feira (10), contra o New Orleans Pelicans, novamente fora de casa.

Crédito da foto: Divulgação/Utah Jazz



Jornalista graduado pela Universidade Federal de Viçosa. Tem no esporte uma "paixão não correspondida", já que a habilidade trai na hora de praticar. Se jogar não é o forte, por que não falar sobre?