TJD-RJ analisa fatos de clássico e pode punir Vasco e Flamengo

Gilvan de Souza

Dois dias se passaram de Vasco 1×0 Flamengo em São Januário, mas o clássico ainda rende muito assunto, agora dentro dos tribunais do Rio de Janeiro. Reportagem do blog De Prima, do jornal Lance!, informa que a Procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva do Rio (TJD-RJ) irá analisar os fatos ocorridos na partida, do último domingo, válida pelo Campeonato Carioca.

LEIA TAMBÉM:
Árbitro de Vasco x Flamengo registra na súmula tentativa de invasão em São Januário
Fala, Muricy! Veja o que Flamengo precisa melhorar após revés em clássico

Em uma primeira leitura da súmula, a Procuradoria não viu motivos para denunciar nenhum dos clubes. O árbitro Leonardo Garcia Cavaleiro relatou que um torcedor tentou invadir o campo após o gol da vitória vascaína marcado por Rafael Vaz, aos 45 minutos do segundo tempo.

Para alegria do Vasco, o juiz disse na súmula que a invasão foi impedida pela ação da Polícia Militar, e essa ação pode ajudar os donos da casa a evitar punição. O procurador-geral André Valentim precisa tirar alguma conclusão das imagens de TV que revelam a tensão entre torcedores do Vasco e a PM.

Vale citar que, na saída de campo, Emerson Sheik entregou ao trio de arbitragem duas canetas arremessadas pela torcida do Vasco, alegando risco de ser atingido. Ainda que o árbitro tenha ignorado o relato do atacante do Flamengo, a Procuradoria do TJD-RJ também pretende analisar o fato para ver se punirá os anfitriões.

Sobre a depredação do banheiro destinado à torcida do Flamengo, Valentim disse que precisaria de provas para denunciar o Rubro-Negro.

Curtiu a matéria? Siga o autor no Twitter: @fontes_matheus.
Facebook: Matheus Martins Fontes.

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo



Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.