Sem brilho habitual, Golden State passa sufoco mas bate Oklahoma na 41ª vitória seguida em casa

Divulgação/Golden State Warriors

Quem esperava ver mais um show do Golden State Warriors pode ter se decepcionado. Não houve um grande destaque, os “Splash Brothers” não foram tão splash. Mas o resultado foi o habitual, vitória. Na madrugada deste sábado (6), a franquia de Oakland flertou com a derrota, mas saiu com mais um triunfo, dessa vez diante do forte Oklahoma City Thunder, por 116 a 108. Com o resultado, os Warriors alcançaram a 41ª vitória em casa, segunda maior sequência da NBA.

LEIA MAIS
Jimmy Butler sofre entorse no joelho e deixa a quadra “carregado” em derrota do Chicago Bulls
Comissário da NBA admite possibilidade de mudanças nas regras do “hack-a-player”

Stephen Curry, que vinha de uma partida com 51 pontos diante do Washington Wizards, esteve aquém do esperado mas, ainda assim, foi decisivo. O MVP da última temporada regular terminou o jogo com “apenas” 26 pontos e 10 assistências, acertou uma única bola de três em nove tentativas, mas chamou a responsabilidade nos minutos finais, quando o OKC estava colado no placar, e colaborou com seis pontos.

Ao lado de Steph Curry, Harrison Barnes teve boa participação, contribuindo com 19 pontos. Vindo do banco, o ala-pivô Marreese Speights também apareceu bem, somando 15 pontos e tendo 60% de aproveitamento dos chutes de quadra.

Pelo Oklahoma City Thunder, os holofotes recaíram mais uma vez sobre a dupla Westbrook e Durant. KD foi o cestinha do jogo, marcando 40 pontos e apanhando ainda 14 rebotes. Russell Westbrook foi mais modesto, apenas 27 pontos e 12 assistências. Do banco, o pivô Enes Kanter somou ainda um duplo-duplo, com 14 pontos e 15 rebotes.

O JOGO

Na quadra, quem começou colocando a banca foi o OKC, que abriu 9-0 na casa do adversário. Mas o primeiro quarto nem bem terminou e os Warriors tomaram a frente com uma cesta do brasileiro Leandrinho. Curry passou a ser mais regular no segundo quarto, mesmo tendo que ir para o vestiário por conta de um corte. A primeira metade se encerrou, mais uma vez, com a equipe de Steve Kerr superando os 70 pontos, 73 a 59.

Na segunda meta, o Oklahoma voltou disposto a alcançar a vitória. Durant chamava a responsabilidade e a defesa conseguia parar Curry e companhia. A diferença, que chegou a 20 pontos em favor do Golden State, foi embora e o OKC conseguiu o empate no último período. Foi aí que apareceu o MVP. Stephen Curry voltou após o tempo técnico de sua equipe disposto a assegurar a vitória. E o fez, com seis pontos e uma assistência, fundamentais para o resultado.

Com a vitória, os Warriors chegaram ao 41º triunfo em casa – estão invictos na temporada -, a segunda maior marca na história da liga. Os atuais campeões da NBA tentarão dar sequência ao recorde na próxima terça-feira (9), quando recebem o Houston Rockets, em Oakland. O Oklahoma City Thunder segue na estrada e visita, na segunda-feira, o Phoenix Suns.

Crédito da foto: Divulgação/Golden State Warriors



Jornalista graduado pela Universidade Federal de Viçosa. Tem no esporte uma "paixão não correspondida", já que a habilidade trai na hora de praticar. Se jogar não é o forte, por que não falar sobre?