Santos define quanto projeta lucrar com patrocínios na camisa

Foto: Divulgação

Após trazer o patrocínio do grupo Algar, Santos já se anima com a chance de trazer mais patrocínios para a camisa santista e já sabe o valor que almeja lucrar no total. Contando com patrocinador máster, o clube espera lucrar R$ 34 milhões, conforme revela o jornalista Jorge Nicola, em sua coluna no “Diário de São Paulo”.

LEIA MAIS:
MERCADO DA BOLA 2016: SANTOS JÁ TEM DATA PARA DEFINIR O RETORNO DE ROBINHO

No momento, o Santos já tem no total R$ 13 milhões com os patrocínios em publicidade com a camisa alvinegra. São R$ 7 milhões com a Algar para a gola e barra traseira, R$ 4 milhões com a Royal Air Maroc que é do ombro e R$ 2 milhões com a empresa de suplementação da Voxx que fica no calção.

Por outro lado, o Santos já conversa com a Coor Plastik para renovar o patrocínio com a manga da camisa. Até o momento a pedida é de R$ 4 milhões e caso aconteça, o total de patrocínios pelo time alvinegro pode chegar a R$ 17 milhões no Peixe durante está temporada.

Para a cota máster, o Santos havia tentado um acordo com a Caixa Econômica Federal para estampar o banco estatal na camisa santista. Mas a empresa havia dito que não entraria em novos clubes, que não seja o Cruzeiro e Atlético Mineiro que foram incluídos neste ano.



Radialista, Jornalista com passagens como correspondente pelo site italiano CalcioNews24.com e pelo Arena Rubro-Negra. Atualmente setorista do Fluminense e Futebol Sul-Americano no Torcedores.com