Saiba o motivo que fez a construtora da Allianz Parque romper com a AEG

Foto: Reprodução/ Facebook oficial Allianz Parque

Nesta terça-feira, A W Torre quebrou o contrato com a com a AEG que é responsável pela gestão da Allianz Parque. Conforme mostra o site “UOL Esporte”, o rompimento do vínculo que era de dez anos de contrato e foi confirmado pela construtora.

LEIA MAIS:
CONHEÇA O ATACANTE DO SÃO BENTO QUE CHAMOU ATENÇÃO DO PALMEIRAS NO PAULISTÃO

Recentemente, um dos motivos que fizeram romper o contrato é que a AEG cobrava a construtora da arena pela falta de repasses e demorava em responder a W Torre. Sem contar, que na semana passada chegou a enviar uma nota deixando claro que os trabalhos estavam paralisados e não enviaram nenhum funcionário a Allianz Parque.

A relação entre a W Torre e a AEG estavam estremecidas e a gestora que cobra uma dívida de R$ 4 milhões, onde está sem receber desde julho do ano passado, conforme mostra a UOL. Na ocasião, a construtora criticou a gestora em comunicado oficial.

Com o Palmeiras, a relação pode ser a diminuição de shows na Allianz Parque e também na receita do clube. Já que a AEG passava uma pequena porcentagem, quando tinha eventos na arena e agora a W Torre deve assumir a gestão, até que anuncie uma empresa substituta.



Radialista, Jornalista com passagens como correspondente pelo site italiano CalcioNews24.com e pelo Arena Rubro-Negra. Atualmente setorista do Fluminense e Futebol Sul-Americano no Torcedores.com