Robinho afirma que foi mandado embora do Internacional por ser baixinho

Reproducao / sportv

Convidado desta segunda no programa “Bem, Amigos!”, do SporTV, meia do Palmeiras diz que foi dispensado do Internacional em 2005 por conta de sua baixa estatura. Segundo o jogador, o técnico da época, Guto Ferreira, disse que ele não ia ser jogador de futebol.

LEIA MAIS
Robinho se desculpa com Rogério Ceni por brincadeira na TV Palmeiras
Opinião: Marcelo Oliveira errou feio no Palmeiras

Um dos principais jogadores do Palmeiras na campanha campeã da Copa do Brasil de 2015, o meia Robinho poderia ter trilhado um caminho diferente do verde e branco se lá no passado um time não o tivesse dispensado. Com apenas 17 anos, em 2005 foi dispensado do Internacional por conta de sua baixa estatura.

“O Guto Ferreira [técnico do juvenil na época] disse que eu não iria ser jogador de futebol”, comentou Robinho, no Bem, Amigos!. “Acho que não foi ideia dele, do Guto, mas talvez o perfil que faziam dos jogadores na época”, opinou o jogador, isentando o treinador de culpa.

Dispensado do Internacional, Robinho foi para o Varginha, de Minas Gerais. Passou também pelo Democrata, quase jogou pelo Cruzeiro, voltou ao Varginha até se firmar no Mogi Mirim, quando despertou o interesse do Santos. Seu melhor momento, no entanto, se deu no Avaí e depois no Coritiba, até chegar ao Palmeiras em 2015.

“Dei muitas voltas no futebol. Pensei em desistir quando fui dispensado do Inter. Fui para a minha casa e não queria mais. Voltei a estudar, segui treinando na escolinha, mas meu pai insistiu bastante. Hoje, no Palmeiras, atravesso o melhor momento da minha carreira”, comentou o camisa 27 do Verdão.

Foto: Reprodução / SporTV