Rio 2016: Comitê americano recomenda que atletas não venham aos Jogos por conta de Zika

Foto: Reprodução

O Comitê Olímpico dos Estados Unidos (Usoc) disse para as federações desportivas do país que atletas e funcionários considerem não vir para os Jogos Olímpicos Rio 2016 por conta do Zika Vírus.

A mensagem foi entregue em uma conferência que envolveu funcionários do Usoc e líderes das federações desportivas dos Estados Unidos no final de janeiro. A confirmação foi dada por duas pessoas que participaram do evento e revelaram com exclusividade à agência Reuters

As Federações teriam sido informadas de que ninguém deve vir para o Brasil “se eles não se sentirem confortáveis para vir”, disse Donald Anthony, presidente da federação de esgrima.

Este comunicado do Usoc é o mais recente sinal de que os Estados Unidos estão tratando a ameaça do Zika Vírus a sério e que temem quanto a vinda de seus atletas aos Jogos Rio 2016.

Os Estados Unidos foi o país que mais ganhou medalhas em 2012 nos Jogos de Londres e a não vinda de parte de seus atletas poderia representar um problema preocupante para os Jogos Rio 2016.

Procurado pela Reuters, Alan Ashley, chefe de performance esportiva do Usoc não quis falar com a imprensa. Foi ele o responsável por passar todas as informações sobre o Zika.

A mensagem de recomendação não teria sido passada diretamente aos atletas e sim apenas aos líderes de comissões. Will Connell, Diretor de Esporte da Federação Equestre americana, disse que o Usoc está dando suas recomendações, mas que as decisões finais caberão individualmente a cada atleta e membros das equipes.

Will Connell, Diretor de Esporte da Federação Equestre EUA, disse que o USOC estava deixando a decisão para atletas individuais e membros da equipe:

“Se um atleta se sente ameaçado, é claro que eles podem decidir não ir.”

Foto: Reprodução