“Possibilitei ao Santos ganhar milhões”, diz Ricardo Oliveira sobre negociação

Crédito da Foto: Reprodução/Facebook

Depois de dias de negociações frustadas, Ricardo Oliveira não vai mais para o time chinês Beijing Guoan, que já conta com a presença de Renato Augusto e Ralf na equipe. A diretoria santista resolveu não liberar o atleta, após isso, o atacante emitiu um comunicado explicando a negociação.

LEIA MAIS:
SANTOS TEM CONCORRÊNCIA DE TIME DOS EUA POR VAN DER VAART

Em seu comunicado, o jogador disse que chegou a ceder os seus direitos federativos para o clube para que o liberasse, porém não obteve exito.

“Durante toda a negociação, me resguardei e não me manifestei. Agora, com a situação resolvida, acho que é o momento ideal para me pronunciar. Por meio dos meus empresários, recebemos uma proposta do Beijing Guoan, da China. Analisando a oferta, entendemos que seria um negócio bom para mim e para o Santos Futebol Clube. Por este motivo, demos andamento às negociações. Não houve acordo entre as partes e continuarei no Santos, clube com o qual tenho vínculo até o fim de 2017. Não hesitei em ceder todos os meus direitos federativos ao Santos FC, possibilitando a agremiação arrecadar milhões de reais em um atleta que irá completar 36 anos, e que chegou sem custos”, explicou Ricardo Oliveira em um comunicado enviado para a imprensa e reproduzido pelo UOL Esportes.

O jogador ainda disse que vai continuar honrando a camisa do Santos.

“Vou continuar cumprindo com minhas obrigações de funcionário do clube. Honrando a camisa do Santos como sempre honrei, trabalhando no dia a dia como sempre trabalhei, e me doando em campo como sempre me doei”, afirmou.