Pesquisa com torcedores avalia comandantes da dupla Gre-Nal; veja números

Roger
Arte: Ricardo Duarte/Inter - Lucas Uebel/Grêmio.

O Instituto Index se propôs a ouvir os gaúchos sobre o que eles têm pensado do momento atual de Grêmio e Internacional. Para tanto, foi realizado um levantamento entre os dias 11 e 12 de fevereiro que ouviu 2.025 torcedores do Rio Grande do Sul. A pesquisa avaliou a dupla Gre-Nal em dois níveis hierárquicos: o comando técnico através dos treinadores e o comando do clube por meio dos presidentes. Confira os resultados, divulgados pelo jornal Zero Hora.

Romildo Bolzan Jr (presidente do Grêmio)

O mandatário máximo do tricolor pode estampar o sorriso no rosto. No total, sua aprovação (ótimo e bom) é de 94,2%. Apenas 4,5% dos torcedores o classificam como regular e 0,9% como ruim. Nenhum torcedor gremista avaliou Bolzan como um péssimo presidente e 90,1% dos entrevistados manifestaram-se de forma favorável a uma eventual reeleição do atual presidente

Roger Machado (técnico do Grêmio)

O bom trabalho do treinador gremista também colhe os seus frutos na opinião pública. Para 36,7% dos gremistas, Roger Machado faz um trabalho ótimo. Outros 57,5% indicam o desempenho como bom. Uma minoria formada por 5,8% avalia com regular. Nenhum gremista acredita que a gestão de Roger no comando técnico esteja sendo ruim ou péssima.

Vitorio Piffero (presidente do Inter)

Dos quatro, com certeza é quem tem mais que se preocupar com o levantamento do Instituto Index. Isso porque sua aprovação está cotada em somente 39,7% (8,3% ótimo e 31,4% bom). Outros 36,7% dos colorados acreditam em gestão regular e 21,4% colocam como ruim. Nenhum torcedor vê o trabalho de Piffero como péssimo, mas 64,6% não o escolheriam para a reeleição.

Argel Fucks (técnico do Inter)

O treinador colorado se mantém na média: é verdade que apenas 0,4% dos colorados colocam o trabalho como ótimo, mas 38,9% avaliam como bom. Outros 47,6%, regular. Nenhum torcedor vê o desempenho de Argel como péssimo, mas 9,2% acham ruim.

 



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Fã de esportes, sobretudo tênis. Colorado por paixão, jornalista por vocação e tenista por opção.