Paulo Miranda vai à Justiça e cobra direitos de imagem atrasados do São Paulo

Getty Images

O zagueiro Paulo Miranda nunca foi uma unanimidade no Tricolor, sofria com criticas da torcida e nunca chegou a convencer o clube com boas atuações. Oito meses depois de sair do São Paulo, o zagueiro cobra do clube direitos de imagem atrasado. A informação é do jornalista Jorge Nicola

LEIA MAIS
É CAMPEÃO! SÃO PAULO VENCE O LIVERPOOL, CONQUISTA A LIBERTADORES SUB-20 E FAZ HISTÓRIA
LIBERTADORES: GLOBO NÃO TRANSMITIRÁ NENHUM JOGO DO SÃO PAULO NA FASE DE GRUPOS

Paulo Miranda chegou ao Tricolor em 2012, após passagens frustrantes por Palmeiras e Bahia, no São Paulo o zagueiro permaneceu por 3 anos, disputou 137 jogos e ganhou apenas um título a Copa Sul-Americana de 2012.

O zagueiro se despediu do Morumbi em junho do ano passado, em venda para o Red Bull Salzburg, da Áustria. Negociação que rendeu R$ 3,8 milhões ao São Paulo.

O jogador foi à Justiça cobrar do Tricolor R$ 205 mil, que equivalem a três meses e 22 dias de inadimplência de direito de imagem.

No ano passado, ao sair do São Paulo, Paulo Miranda deu uma entrevista ao site oficial do Tricolor enaltecendo a importância do time em sua trajetória. “O São Paulo foi muito importante na minha vida, profissionalmente e pessoalmente, agregando muitas coisas boas. Foram muitos aprendizados, além de poder atuar ao lado de grandes jogadores. Para mim, foi um sonho realizado. Um prazer ter vestido a camisa do São Paulo e ter sido campeão”, salientou.



Jornalista em formação. Fanático por esportes, principalmente futebol. Vivo em busca de desafios e oportunidades que a vida me proporciona.