Palmeiras só empata com River Plate-URU na largada da Libertadores

César Greco/Ag. Palmeiras

O Palmeiras empatou com o River Plate-URU na noite desta terça-feira (12) em Maldonado pelo placar de 2 a 2. Jean e Gabriel Jesus anotaram os gols do Verdão enquanto que Santos e Montelongo marcaram para o alvirrubro de Montevideo. Na próxima rodada, os brasileiros recebem o Rosario Central-ARG, enquanto que o River faz jogo doméstico com o Nacional.

O jogo em Maldonado começou com o time uruguaio tentando pressionar, como que querendo apresentar seu cartão de visitas, mas deixou a bola escapar pela linha de fundo, tiro de meta. Aos quatro, o River teve falta a seu favor. Diego Rodriguez ergueu na área e a bola sobrou para o ataque do time uruguaio, que mandou por cima da meta de Fernando Prass. No minuto sete, Ronaldo Conceição se atrapalhou na defesa e precisou da ajuda do goleiro para mandar a bola adiante. O River ia chegando aos poucos, pressionando no ataque e contando com as faltas. O Palmeiras parecia aceitar a pressão da equipe uruguaia. Aos 11, o Verdão teve uma chance de chegar ao gol, Robinho aciona Barrios, que tropeçou na bola. A resposta veio em seguida com Montelongo, que assustou Prass. No minuto 13, Erik ergue na área e Barrios faz falta.

O jogo seguia com o River um pouco mais presente ao ataque, mas ocasionalmente o Palmeiras oferecia perigo. Dudu, tenta um arranque para a área, mas tropeça num defensor e a arbitragem marca falta. Aos 19, Tajan tenta levar o River ao ataque, mas a zaga verde corta o perigo, na sequencia Dudu tentou uma jogada com Barrios, só que a defesa alvirrubra afastou o perigo. No minuto 24, Angel Rodriguez fez falta dura em Barrios e ganhou o primeiro amarelo da noite. Contudo, era o River quem estava mais presente ao ataque. Diego Rodriguez cobrou escanteio na área e Flores mandou por cima do gol de Prass. Aos 27, o Palmeiras trama um ataque, mas ele foi invalidado por impedimento de Jean. Um pouco depois, Lucas deu um carrinho forte nas pernas de Angel Rodriguez e ganhou o primeiro cartão amarelo.

No minuto 30, Dudu recebe passe, mas é travado pela zaga, logo depois, Montelongo faz falta em Erik. Na cobrança de Jean, a defesa afasta e em seguida teve falta para o River. No minuto 33, Erik é acionado na área, tenta driblar a zaga e cai na área pedindo pênalti. Em seguida, Jean recebe passe de Dudu na área e aos 34 faz o primeiro gol do Palmeiras na Libertadores 2016.

O jogo recomeça com o Palmeiras no ataque. Arouca lança na área e Barrios toca de ombro para trás, deixando para a zaga do River. A equipe uruguaia tentava voltar ao jogo e pressionou com Angel Rodriguez, mas na hora do arremate, Zé Roberto trava a jogada, depois, Montelongo tenta outra jogada e Victor Hugo aparece no momento do chute. Aos 44, troca de passes do River na área, Tajan chuta e Prass faz firme defesa. O primeiro tempo terminou com sufoco, mas com vitória parcial do Verdão por 1 a 0.

Na volta para o segundo tempo, Erik saiu para a entrada de Gabriel Jesus e nos primeiros instantes, Schiappacasse tenta um lance no meio da defesa do Palmeiras e sofre falta, na cobrança, Prass tira de soco e a arbitragem indica impedimento. Aos quatro, Schiappacasse arranca para a área e Prass comete pênalti indiscutível. Na cobrança, Santos manda para a rede e empata o jogo. 1 a 1.

Após o gol de empate, o River resolveu ir mais ao ataque para buscar a vitória e o Palmeiras se segurava – com direito a uma mudança, saindo Barrios e entrando Alecsandro, mas aos 13, a defesa do River rebateu mal e deixou no pé de Thiago, que passou para Alecsandro e a bola caiu no pé de Gabriel Jesus, que faz o segundo gol do Verdão.

O River seguiu atacando e aos 19, numa cobrança de escanteio, Montelongo apareceu sozinho e mandou para o fundo da rede. 2 a 2. Na retomada de jogo, Robinho entrou no lugar de Arouca e Roger Carvalho ganhou amarelo por falta. No minuto 23, Robinho cobra falta na área e Gabriel Jesus cabeceia por cima do gol. Aos 25, Alecsandro rola para Zé Roberto, que aciona Gabriel na área, mas a bola sobra para Pérez. No minuto 26, Montelongo e Roger Carvalho tem uma confusão após o Palmeiras ter falta anotada contra si. Ainda tivemos um passe de Dudu para Jean em seguida, que saiu longe do gol.

No minuto 30, Roger Carvalho faz falta dura em Santos e os jogadores do River imploram pelo segundo amarelo do palmeirense que seria sua expulsão, mas o juiz nada faz. Na cobrança, Dario Flores conseguiu um escanteio. Na batida, o time uruguaio deixa escapar pela linha de fundo. Aos 33, Thiago Santos ergue na área, Gabriel Jesus passa de peito e Dudu chuta torto pela linha de fundo. No minuto 34, Zé Roberto chega firme em Tajan e ganha cartão amarelo.

Aos 37, o River mexia pela primeira vez no jogo, saindo Tajan e entrando Ribas. Só que o susto foi do Palmeiras, Gabriel Jesus recebeu pela e chutou com perigo ao gol de Pérez. Depois, o time brasileiro conseguiu um escanteio e na cobrança um bombardeiro verde aconteceu, com Pérez defendendo uma tentativa de Alecsandro em cima da linha. Aos 41, tentativa uruguaia que Prass defende, só que Ribas entra com o pé alto na perna do goleiro palmeirense. Amarelo para o jogador uruguaio. Aos 44, sai Michel Santos e entra Rosso, logo depois, Zé roberto sofre falta no campo de ataque e o Palmeiras tentava o gol da vitória a todo custo e aos 46, Robinho tocou para Jean, que chutou com perigo ao gol de Pérez. Em seguida, Gabriel Jesus sofreu falta de Gonzalez e o uruguaio foi amarelado. No lance final, Robinho cobrou lateral, e a bola chegou em Alecsandro, que tentou limpar, mas o chute saiu torto. No final, o jogo foi encerrado com o empate por 2 a 2.

RIVER PLATE-URU 2 X 2 PALMEIRAS

Local: Domingo Burgueno, em Maldonado (URU)
Data: 16 de fevereiro de 2016, terça-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Julio Bascuñán (CHI)
Auxiliares: Francisco Mondria e Marcelo Barraza (CHI)
Cartões amarelos: Ángel Rodríguez (River Plate); Lucas, Fernando Prass, Roger Carvalho e Zé Roberto (Palmeiras)

Gols: Jean, aos 34 minutos do primeiro tempo, e Michel Santos, aos cinco, Gabriel Jesus, aos 12 e Montelongo, aos 18 minutos do segundo tempo.

RIVER PLATE-URU: Pérez; Gonzalez, Ronaldo Conceição, Darío Flores e Agustín Ale; Ángel Rodríguez, Montelongo, Diego Rodríguez e Taján (Ribas); Schiappacasse e Michael Santos (Rosso). Técnico: Juan Ramón Carrasco

PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas, Roger Carvalho, Vitor Hugo e Zé Roberto; Thiago Santos, Arouca (Robinho) e Jean; Erik (Gabriel Jesus), Dudu e Barrios (Alecsandro). Técnico: Marcelo Oliveira

Foto: Cesar Grecco/Ag Palmeiras