(OPINIÃO) A Fórmula 1 e seus horrendos carros de 2016

A categoria mais importante do automobilismo mundial vem tendo seus carros(ou as cores deles) lançadas nesse período de testes de Inverno e infelizmente todos tem a mesma coisa em comum: a feiura acachapante, gritante e berrante.

Atenção, este post é uma coluna de opinião.

Não é de hoje que os carros da Fórmula 1 não vem dotando de beleza, seja nas formas, ou nas cores, mas esse ano parece que conseguiram.
Eu entendo que em 2009 tivemos a frustrada tentativa do teto orçamentário e a mudança de regulamento para que os carros tivessem menor apoio aerodinâmico e que o piloto resolvesse mais no talento as situações de corrida. Mas o que que está acontecendo? Será que não é possível fazer um regulamento onde preze mais as curvas dos carros do que essa coisa? E as cores?

Ok, temos a Mercedes que mantém seu prata e esse ano vem com asa traseira da cor negra e a Ferrari com essa ideia de trazer o branco de volta como fez nos anos 70 e no carro de 1993, mas o restante é de assustar.

A Williams com aquele biquinho não apresentou nada de novo, a Force India com seu cromado sem sal e a Mclaren que jogou um quarto de lata de tinta mas que não mudou “Bistecas”.

Já a Red Bull… que coisa feia. Parece um carro pintado do saudoso e eternamente amado no paint Grand Prix 2, da Microprose. Se fosse pro jogo tava até bonitinho. Mas pro jogo mesmo, em “carsets” feitos por fãs, tem pinturas mais bonitas do que essa.

A Renault veio com o básico, mas dizem que não usará esse esquema de pinturas. Pode fazer o mesmo da Mclaren no ano passado.

A Manor na cara dura saiu copiando a Spirit nas cores, entre outros esquemas de pinturas, não vou dizer que isso é ruim, mas eu costumo ver isso em categorias de menores de monoposto, como a F3, F4 e por aí vai.

Não me entendam mal, mas eu cresci vendo belíssimos carros de Fórmula 1, fora os que depois vi em fotos ou em corridas baixadas pela internet e não me entra pela cabeça que alguém de lá de dentro ache é “bonito” ficar mostrando esses carros para milhões de pessoas.

Claro que se o ano for competitivo, acaba sendo irrelevante para a maioria, mas para quem gosta de olhar os carros, suas cores, suas formas, é bem desagradável ter que deparar com essa combinação de 2016 da Fórmula 1.

Vou citar aqui embaixo alguns modelos que eu acho lindíssimos.
Ferrari 312 T – Mclaren M23 (Ambos de 1976)
Lotus 78
Arrows A2
Williams FW 08 – Ferrari 126C – Brabham BT49 – Lotus 91 (os quatro de 1982 versão Osterreichring)
Brabham BT51
Tyrrell 020 – Ferrari 642 – Mclaren MP4/6 – Benneton B191 (de 1991)

Entre outros carros mais recentes, inclusive pós 2009, como nos anos de 2010 a 2013, mesmo com aquele bico “caído”, ou mais antigos, como dos anos 50, 60 e 70, tem um monte de belíssimos carros que eu não citei.

Eu repito que é minha opinião, não acho certo a maior categoria do automobilismo mundial estar assim, deveria ter prioridade em fazer as coisas certas, mas não, infelizmente sempre tem momentos onde a Fórmula 1 inventa umas modas sem pé e nem cabeça e parece que esse período vai continuar, infelizmente.

Confira abaixo o vídeo do canal oficial da Fórmula 1 com os “novos” carros.



Cara simples, amante do esporte a motor e que curte outros esportes. Dono do canal Tio Duh no youtube, voltado para gameplay de clássicos de 8,16 e 32 bits. Amante do esporte a motor, considera escrever uma forma de estar mais próximo das pistas!