Na estréia de Alexandre Gallo, Ponte conquista sua primeira vitória no Paulistão

Crédito da foto: Renato Silvestre/ZOPRESS

Campineiros aproveitam chances de gol, abrem três a zero no placar, Mike até descontou para os osasquenses, mas em noite abaixo da média, Osasco Audax perde sua terceira no Paulistão 2016.

LEIA MAIS:

MARCELO OLIVEIRA NÃO CAI NO PALMEIRAS NEM SE PERDER PARA O XV, DIZ PVC
MERCADO DA BOLA 2016: AGENTE MANTÉM ESPERANÇA DE QUE RICARDO OLIVEIRA VÁ PARA A CHINA

A chuva preocupada o Osasco Audax, já que na derrota para o Água Santa em casa no final de semana, ela foi uma das principais protagonistas. Com o volume de chuva durante o dia, o gramado do Estádio do Rochdale recebeu muito bem o duelo entre Audax e Ponte Preta, o time campineiro precisava e muito do resultado, por isso, não se limitaria a só se defender.

Iniciando a partida no mesmo ritmo de sempre, o Osasco Audax controlava a posse de bola, mas sem a mesma inspiração das primeiras rodadas, a equipe de Fernando Diniz pouco criou nos primeiros quinze minutos. A primeira chance de mais perigo do jogo aconteceu aos vinte, mas para a Ponte Preta. Em cobrança de falta, Tiago Alves, zagueiro dos visitantes, subiu mais que todo mundo e cabeceou firme pro gol, abrindo o placar.

Logo após o gol, o Audax tentou reagir, Camacho recebeu e bateu cruzado pra defesa do goleiro campineiro. Aos 24, o goleiro osasquense também aparece, Felipe Alves salvou após cabeçada em cobrança mas João Carlos, goleiro da Ponte, operou o milagre da primeira etapa. Rodrigo Andrade cruzou na cabeça de Ytalo, o centroavante osasquense mandou no canto e João Carlos fez grande defesa.

Jogando no campo de ataque e tentando empatar, o Osasco Audax sofreu o segundo gol aos 44 minutos, em contragolpe rápido, Felipe Azevedo ganhou de Felipe Diadema na corrida e bateu na saída de Felipe Alves, 2 a 0.

Após o intervalo, Fernando Diniz mudou sua equipe. Sacou Tchê Tchê e Felipe Diadema, colocou Velicka e Bruno Paulo. A tentativa era colocar o time todo a frente, com mais disposição para furar o bloqueio defensivo dos visitantes. Mas o plano não deu certo, aos 9 minutos da segunda etapa, Rhayner recuperou a bola no ataque, tabelou com Wellington Paulista e recebeu em posição irregular, com a jogada seguindo, o meia da Ponte achou Felipe Azevedo para colocar 3 a 0 na conta, um balde de água fria na tentativa de reação osasquense.

Mais um atacante entrou no Audax, Erick Luis na vaga do meia Juninho. O restante da primeira etapa foi só pressão osasquense, mas com pouco perigo. Bruno Paulo tentou duas de longa distância, Rodrigo Andrade parou em João Carlos.

Demorou, mas enfim saiu o primeiro gol osasquense, Mike aproveitou chute mascado de Bruno Paulo e diminui o placar para o Osasco Audax. Sem tempo para um possível empate, o Audax não conseguiu levar perigo novamente ao gol visitante e somou sua segunda derrota consecutiva no Paulistão e a terceira na competição, caindo para a terceira colocação do Grupo C com 9 pontos ganhos.

– Estávamos controlando bem o jogo, mas o time da Ponte tem qualidade, não merecia estar com apenas três pontos na tabela, foram dois erros que cedemos e tomamos os gols, o time deu uma desestabilizada. Voltamos melhor no segundo tempo, mas infelizmente tomamos o terceiro, era um resultado que a gente não esperava – avaliou Francis, defensor do Audax.

O Osasco Audax buscará a recuperação no Paulistão fora de casa. O duelo será no sábado, 27, contra o Novorizontino em duelo válido pela sétima rodada do estadual enquanto a Ponte Preta recebe o São Paulo no Moisés Lucarelli.

FICHA TÉCNICA: OSASCO AUDAX 1 x 3 PONTE PRETA
Local: Estádio Pref. José Liberatti – Osasco
Horário: 21h45 (horário de Brasília)
Data: 24 de Fevereiro de 2016, quarta
Público: 1270 pagantes
Renda: R$ 10.590,00
Cartões amarelos: Bruno Paulo e Juninho para o Osasco Audax; Jonas, Ferrugem e Wellinton Paulista para a Ponte Preta

GOLS: Tiago Alves aos 20 minutos e Felipe Azevedo aos 44 do primeiro tempo para a Ponte Preta; Felipe Azevedo aos 9 minutos do segundo tempo para a Ponte Preta e Mike aos 38 do segundo tempo para o Osasco Audax

OSASCO AUDAX: Felipe Alves, Felipe Diadema (Velicka), Yuri, Bruno Silva e Francis; Camacho, Tchê Tchê (Bruno Paulo) e Rodrigo Andrade; Mike, Juninho (Erick Luis) e Ytalo.
Técnico: Fernando Diniz

PONTE PRETA: João Carlos, Jeferson, Fábio Ferreira, Tiago Alves e Reinaldo; Jonas (João Vitor), Elton e Rhayner (Ferrugem); Clayson, Wellington Paulista e Felipe Azevedo (Alexandro)
Técnico: Alexandre Gallo

Colaboração: Dep. Comunicação Osasco Audax
Imagem: Renato Silvestre / ZOPRESS



Estudante de Rádio, TV e Internet, Luiz Carlos Junior é narrador, comentarista e apresentador da TV Esporte Mais, canal de tv por assinatura da zona oeste metropolitana de São Paulo. Amante de futebol e voleibol, do amador ao profissional, Luiz também é apaixonado por música.