Mesmo com três gols em dois jogos, Calleri não se vê como titular no São Paulo

Rubens Chiri / saopaulofc.net

A chegada do atacante argentino Jonathan Calleri ao São Paulo pode ter sido cercada de polêmicas, como o fato de ele ter afirmado que preferia ter continuado no Boca Juniors ou por ter sido “indicado” pelo compatriota Carlitos Tevez, ídolo do Corinthians. Contudo, o novo camisa 12 tricolor mostrou que está dedicado ao clube do Morumbi: em duas partidas, balançou as redes três vezes. Mesmo assim, ainda não se vê como titular da equipe comandada pelo argentino Edgardo Bauza.

LEIA MAIS:
SÃO PAULO X ÁGUA SANTA: VEJA OS GOLS DA VITÓRIA TRICOLOR

“Vim para o clube brigar por uma vaga com muita gana. Espero me adaptar o mais rápido possível. Estou tentando fazer o melhor que posso, jogar o melhor possível. Se tiver de jogar, vou jogar”, afirmou o jogador após o duelo contra o Água Santa, neste sábado (6), no Pacaembu, pela segunda rodada do Campeonato Paulista. O São Paulo derrotou a equipe de Diadema por 4 a 0, com dois gols de Calleri.

Neste duelo, o argentino foi titular. A estreia aconteceu no Peru, diante o Universidad César Vallejo, na quarta-feira passada (dia 3), pelo jogo de ida da fase preliminar da Taça Libertadores da América. O São Paulo empatou com o time peruano por 1 a 1 – o gol foi anotado por Calleri.

O discurso do atacante é compartilhado pelo meia Paulo Henrique Ganso. Para o camisa 10, o clube tem outros atacantes de qualidade além de Calleri. “Na verdade, não só ele (Calleri). Tem o Kardec, o Kieza, vamos ter de aprimorar ainda mais a criação das jogadas para deixar eles bem servidos. Nosso elenco tem pessoas do bem e por isso ele está se sentindo à vontade”, disse o armador.

Com Calleri possivelmente mantido entre os titulares, o São Paulo recebe o Universidad César Vallejo no Pacaembu na próxima quarta-feira (10) pela volta da fase preliminar da Taça Libertadores. Caso avance, o Tricolor estará no Grupo 1 da competição, ao lado do atual campeão River Plate (da Argentina), The Strongest (da Bolívia) e Trujillanos (da Venezuela).



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.