Mercado da bola: Atrás de zagueiro, diretor do Flamengo revela que já foram avaliados mais de 30 nomes

Foto: Getty Images

Para fechar o elenco para o primeiro semestre, o Flamengo ainda  busca um zagueiro, como falado por toda diretoria do clube e também pelo técnico Muricy Ramalho. Mas pelas palavras do diretor Rodrigo Caetano, não tem sido fácil. O dirigente revelou que já foram analisados mais de 30 nomes para a posição.

LEIA MAIS:
Veja 10 notícias do Flamengo que estão BOMBANDO na internet
Diretor do Flamengo, Rodrigo Caetano desmente interesse em negociar CANTEROS
 FLAMENGO: Rodrigo Caetano fala sobre situação do goleiro César, Douglas Baggio, Nixon e desconversa sobre Cléber, do Hamburgo
 Flamengo adquire mais 30% e encaminha renovação de Léo Duarte e Matheus Sávio 
Guerrero exalta preparação e investimento feito pelo Flamengo em 2016 e mira grande ano

– Ainda avaliamos. Temos uma avaliação que já passou por mais de 30 nomes para que a gente, como diz o Muricy, não erre. Trazer realmente algum jogador que venha agregar qualidade, mas há o componente financeiro também nisso, componente técnico, às vezes a negociação não é simples. Vamos fazer isso com cautela, com cuidado, e quando tivermos esse nome a gente entende que o elenco ficará totalmente equilibrado – disse Rodrigo Caetano ao site globoesporte.com.

O dirigente justificou a grande quantidade de zagueiros na lista pela necessidade da contratação se enquadrar no orçamento do clube e porque os alvos para as demais posições já estavam definidos.

– Para as outras posições a gente tinha um alvo mais definido. E aí tem a questão comercial. Às vezes o clube não quer negociar, ou pede muito, aí tem de buscar outras alternativas, por isso o número subiu

Em relação aos nomes mais especulados na mídia, como Cléber, do Hamburgo, e dos argentinos Lollo e Donatti, entre outros oferecidos ao clube como Victor Cuesta e Menosse, o diretor rubro-negro tratou apenas como especulação.

– Nada, zero. Tudo o que tem sido falado é meramente especulação. Sempre deixamos bem claro que, no nosso entendimento, para deixar o elenco mais equilibrado ainda, haveria necessidade de mais um zagueiro, mas nunca estabelecemos prazo. Acho que caminhamos bem em dezembro e janeiro para ter o elenco mais próximo do ideal, e a gente conseguiu.

Por fim, Rodrigo Caetano negou que a busca por zagueiros seja por algum fraco desempenho dos atuais defensores, mas para que o time tenha peças de reposição.

– Quando se fala que vamos buscar um zagueiro, não é porque a gente entende que a nossa zaga não vai segurar, não é isso. Questão de equilibrar o elenco. O que é isso? Ter peças de reposição e disputa interna. O Flamengo conseguiu com a chegada de reforços ter uma disputa interna que eleva o nível de performance de todos eles. Somente por isso.

Veja também:

Flamengo empresta atacante Thomas
Flamengo empresta volante ao Tupi-MG
Chapecoense anuncia zagueiro que estava no Flamengo
Flamengo empresta meia para disputa do Campeonato Paulista
Flamengo continua a faxina e empresta zagueiro para outro clube carioca
Apontado como joia por Zico, Rafinha é emprestado novamente pelo Flamengo

Foto: Divulgação

Curtiu essa matéria? Siga o autor no Twitter: @allanmadi