Mercado da bola: Atlético-MG recusa proposta da China e garante Pratto até julho

Depois de alguns dias de novela, a diretoria do Atlético Mineiro, bateu o martelo e garantiu a permanência do atacante Lucas Pratto, argentino que foi um dos destaques da equipe no ano passado. Pratto vinha sofrendo assédio do mercado chinês e tinha uma ótima proposta de saída por 16 milhões de Euros. A informação é do GloboEsporte.com

LEIA MAIS
Argentino ex-Palmeiras ajudou Calleri na adaptação ao Brasil. Entenda
Com novidades São Paulo se prepara para a partida contra o Água Santa

Lucas Pratto chegou no Atlético-MG no ano passado, teve um ano sensacional, onde cogitou-se até a possibilidade do atacante argentino se naturalizar brasileiro, mas o processo de naturalização não foi adiante.

O Galo comprou o atacante de 27 anos junto ao Vélez Sarsfield-ARG, por uma valor de aproximadamente R$ 13 milhões. Portanto, a venda do atacante a China geraria um grande retorno ao Atlético, porém, o clube já sofreu um pequeno desmanche no início do ano, André, Josué, Giovanni Augusto e Jemerson.

Por esse motivo o presidente Daniel Nepomuceno, decidiu manter o atacante até Julho. “Os chineses não podem achar que colocando uma oferta milionária a poucos dias do fechamento da janela vão fazer com que eu venda o Pratto. Se fosse no início da janela, daria tempo para correr atrás de um nome à altura. Nosso objetivo é manter um time forte para a Libertadores para, assim, valorizar os próprios atletas. O Pratto não será vendido por valor nenhum nesta janela. Posso dizer que, hoje, jogadores que não têm peças de reposição no mercado são o Pratto e o Luan. Não teria tempo de achar um substituto”, disse o presidente.

Em um ano de Galo, Pratto disputou 59 partidas e marcou 23 gols, com uma excelente média de mais de meio gol por partida.

Foto: Bruno Cantini/CAM



Jornalista em formação. Fanático por esportes, principalmente futebol. Vivo em busca de desafios e oportunidades que a vida me proporciona.