Mercado da bola 2016: Renato Augusto indicou três atacantes que atuam no Brasil para time chinês

Cartola FC
Crédito da foto: Getty Images

O mercado da bola na China se encerra nesta sexta-feira (26), e os clubes do país estão a todo vapor atrás de reforços para a temporada. O Brasil continua como o local mais visado pelos chineses e o futebol local ainda pode perder jogadores. Por exemplo, o atacante Ricardo Oliveira está praticamente certo no Beijing Guoan, e parte dessa transferência é graças a um companheiro de seleção brasileira: Renato Augusto, que também foi anunciado recentemente pela equipe.

VEJA MAIS
QUAL O LEGADO DE RICARDO OLIVEIRA NO SANTOS?
CONFIRA OS DETALHES DO CONTRATO DE CLAYTON COM O ATLÉTICO-MG
CAIXA PÕE PONTO FINAL A PATROCÍNIO COM O CORINTHIANS, DIZ JORNALISTA
FLAMENGUISTA MANCUELLO ‘CUTUCA’ COMENTARISTA DA ESPN NO TWITTER: “NÃO ME BLOQUEIE”

O ex-corintiano, em entrevista ao Lance! nesta quinta-feira (25), revelou que indicou à diretoria três nomes de centroavantes que atuam no Brasil: Ricardo Oliveira (Santos), Paolo Guerrero (Flamengo) e Lucas Pratto (Atlético-MG).

“O pessoal aqui do Beijing tinha me perguntado quais centroavantes de ponta havia no Brasil e eu disse: ‘Para mim, tem o Lucas Pratto, o Paolo Guerrero, que para mim é craque, e o Ricardo Oliveira’. Depois não falaram mais nada e fiquei sabendo só agora sobre a negociação com o Ricardo Oliveira. O mercado está fechando, não sei se vai dar tempo”, afirmou o meia.

À publicação, Augusto também contou quais são os planos do técnico do Beijing, o italiano Alberto Zacheroni. “O Zacheroni quer trabalhar com dois centroavantes. Já temos o turco Yilmaz, da seleção e que é muito bom, e o Kléber estava aqui, mas ele quis sair do clube”, explicou o atleta.

Para ser contratado, o Santos estipulou um preço aos asiáticos para contar com Ricardo Oliveira: 12 milhões de euros. Na quarta-feira (24), uma reunião na Vila Belmiro envolvendo o Comitê de Gestão e o presidente Modesto Roma Jr. definiu os trâmites. Agora, falta uma proposta oficial chegar ao Peixe para enfim iniciarem as negociações.



Jornalista desde 2012, com passagens pelos jornais ABCD Maior e Diário do Grande ABC, além do canal NET Cidade. Atualmente como repórter colaborador no site Torcedores.com.