Mercado da bola 2016: Lucas Lima quer Real Madrid ou Barcelona

Divulgação/Facebook Lucas Lima

Em entrevista ao programa “Bola da vez”, da ESPN, que vai ao ar hoje (16), o meia do Santos Lucas Lima reiterou seu desejo de jogar na Europa no final do semestre e revelou o destino preferido: Espanha, ou pelo Real, ou pelo Barcelona.

Leias Mais

Santos perde liderança para o São Bento

Apesar de ter contrato até 2017, o atleta tem ciência que a janela deste meio do ano é a mais importante e espera receber propostas de gigantes europeus. O meia explicou as decisões recentes de rejeitar propostas para continuar no Santos.

Recusa do Porto:

Lucas Lima recusou proposta no meio do ano passado do Porto. Tanto financeiramente quanto esportivamente o jogador e seu staff concluíram que ficar no Santos seria melhor. Apesar de não ter revelado, Ricardo Oliveira, companheiro de Santos o ajudou a continuar no clube. Seleção Brasileira e propostas melhores foram as razões para o meia ter ficado. No Santos ele teria maior visibilidade para Dunga e para o mercado.

Recusa da China:

Lucas Lima também destacou o porquê da recusa de uma proposta chinesa milionária. “É duro falar. Já houve casos de jogadores que foram para a China e convocados, então acho que seleção é muito momento. Tem tudo o que você já fez, e o Dunga mantém um critério. Então vou procurar fazer o melhor trabalho possível”, apontou o meia.

Metas para 2016:

Antes de finalizar, Lucas Lima colocou metas com a camisa do Peixe até o meio do ano: Ganhar o Paulista, voltar para a seleção, jogar a Copa América e, quem sabe, ir para um grande da Europa na janela do meio do ano, ou Real Madrid, ou Barcelona. Para isso ele espera manter o nível apresentado em 2015, e sabe que não será fácil.

Ele não confirmou, mas com a ida de Renato Augusto para China, crescem as chances dele continuar na seleção, pois, a China deve deixar o ex-corintiano com pouca evidência.



Jornalista. Gosta de abordar sobre futebol e às novidades do mundo na fórmula 1. Atualmente é analista de mídia para Honda S.A.