McGregor provoca Dos Anjos: “só um machucadinho no pé”

Reprodução/Facebook

Falastrão como poucos atletas na história do UFC, o irlandês Conor McGregor não demorou a provocar o brasileiro Rafael dos Anjos. Eles se enfrentariam no UFC 196, no próximo dia 5 de março, pelo cinturão do peso leve (70kg), atualmente em poder do brasileiro. A luta, no entanto, não acontecerá porque Rafael quebrou o pé durante os treinamentos.

LEIA MAIS:
UFC 196: NATE DIAZ SERÁ O SUBSTITUTO DE RAFAEL DOS ANJOS
ESPOSA DE DOS ANJOS POSTA RAIO-X E LUTADOR MOSTRA PÉ LESIONADO, VEJA

“Rafael dos Anjos tem um machucadinho no seu pé. Vocês viram a foto? É um machucadinho! Vá tomar ibuprofeno! Se eu fosse ao médico com o pé assim, o médico diria: ‘O que você está fazendo? Vá lutar’. Gelo faz maravilhas!”, falou o europeu, durante entrevista coletiva, citando um medicamento antinflamatório.

“É difícil me comprometer com o Dos Anjos novamente. A mesma coisa com o Aldo. Quando você sai da luta por causa de um machucadinho no pé, não há nada que eu possa fazer para te colocar de volta no mix. Dos Anjos quebrou seu pé e a sua vagina no mesmo dia. A mesma coisa o Frankie Edgar. Inacreditável! Esses caras todos pedindo para me enfrentar e quando a oportunidade surge, eles correm!”, completou.

A luta entre McGregor e Dos Anjos seria o encontro de dois campeões do UFC. O irlandês é o atual detentor do cinturão do peso pena (66kg), título conquistado em dezembro do ano passado, no UFC 194, após um nocaute avassalador, em 13 segundos, sobre o brasileiro José Aldo. Rafael, por sua vez, é o dono do título dos leves desde março de 2015, quando derrotou o então campeão Anthony Pettis. O brasileiro ainda defendeu o título em dezembro do ano passado, nocauteando Donald Cerrone.

Sem Dos Anjos, o UFC agiu rápido e anunciou o substituto: o americano Nate Diaz. Ele e McGregor lutarão no UFC 196 pela categoria dos meio-médios (77kg). Ou seja: o irlandês lutará duas categorias de peso acima do que está acostumado.

“Eu respeito o Nate. Há vários frouxos neste esporte e ele não é um deles. Porém, negócios são negócios e ele vai ser nocauteado no primeiro round”, disse.



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.