Manchester City, o maior desafio da carreira de Guardiola

Divulgação/Bayern

Quando foi anunciado pelo Bayern de Munique, Pep Guardiola se deparou com um time montado. O time alemão vinha de uma temporada fantástica, tendo conquistado todos os torneios que disputou, quais sejam, Copa da Alemanha, Campeonato Alemão e a Liga dos Campeões da Europa. Dessa forma, bastava dar continuidade ao trabalho que já vinha sendo muito bem feito, cabendo ao treinador realizar uma ou outra modificação.

Por sua vez, o Manchester City representa totalmente o oposto, apesar da equipe milionária ter se classificado para a fase eliminatória da champions league e ter possibilidades de ganhar o badalado campeonato inglês, indubitavelmente, é um time que necessita de mudanças. Isto porque, apesar das estrelas, a equipe não convence.

O treinador espanhol terá de reformular o elenco, ajustar a equipe taticamente e, principalmente, lidar com um campeonato muito mais equilibrado que o Alemão, onde o Bayern, com um poder econômico bem maior que os adversários, reina com facilidade.

Dessa forma, o desafio será muito maior, o que, certamente, exigirá o máximo de empenho por parte do treinador espanhol. Desde sua confirmação como próximo treinador dos City, a imprensa já especula uma série de saídas de estrelas da equipe, como Toure e Nasri. Resta saber se de fato os boatos serão confirmados, ainda assim, é fato que alguns jogadores deverão deixar a equipe inglesa.

Além do mais, com a iminência chegada de reforços, a chegada do novo treinador deverá movimentar o mercado da bola. Acostumado com o que tem de melhor no futebol mundial, o espanhol, com toda certeza, vai contratar grandes jogadores do futebol e o time de Manchester tem dinheiro para isso. Se antigamente grandes jogadores recusavam jogar pela equipe em comento, esse cenário pode mudar com Guardiola no comando.