Goleira dos EUA teme Zika Vírus: “Reservo o meu direito de ter um bebê saudável”

Hope Solo
Getty Images

Uma das jogadoras de futebol mais conhecidas do mundo, a goleira dos Estados Unidos, Hope Solo, mostrou preocupação com o Zika Vírus que está se espalhando pelo Brasil e disse não saber se virá para as Olimpíadas. Em entrevista a Sports Illustrated, a arqueira afirmou que se tivesse que escolher hoje não viria ao país por temer a doença que faz com que as crianças nasçam com microcefalia.

LEIA MAIS
ALÉM DAS FOTOS NUAS, RELEMBRE AS POLÊMICAS DA CARREIRA DA HOPE SOLO

Solo é praticamente nome certo na seleção de futebol feminino dos Estados Unidos para disputar os Jogos Olímpicos no Brasil, mas, se mostrou preocupada com a doença que está se espalhando pelo país e continente sul-americano e que afeta as gestantes.

Se eu tivesse que fazer a escolha hoje, eu não iria (para as Olimpíadas). Eu nunca iria correr o risco de ter uma criança saudável. Eu não sei quando esse dia virá (engravidar) para Jerramy (Stevens, seu namorado e jogador de futebol americano) e para mim, mas eu, pessoalmente reservo o meu direito de ter um bebê saudável”, explicou à revista.

Hope Solo ainda completou que nenhum atleta pode se prender a oportunidade de jogar os Jogos Olímpicos e que o sexo feminino já sofre com coisas que o sexo oposto não sofre.

Nenhum atleta competindo no Rio deve ser confrontado com este dilema. Atletas profissionais do sexo feminino já enfrentam muitas condições adversas e têm de fazer escolhas que os atletas profissionais do sexo masculino não tem”, completou.

Diferente de outros esportes olímpicos, o futebol será disputado, também, fora do Rio de Janeiro: Manaus, Salvador, Brasília, Belo Horizonte e São Paulo são cidades que representarão o esporte. Vale ressaltar que a última têm mais casos de Zika do que a cidade carioca.



Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.