Erro gravíssimo de arbitragem em decisão por pênaltis causa polêmica na Europa; veja

Crédito da foto: Reprodução/Youtube

Um erro de arbitragem deu o que falar na Europa nesta semana. Pela Uefa Youth League, uma espécie de Champions League Sub-19, o Valencia (ESP) teve muitos motivos para reclamar da desclassificação diante do Chelsea (ING).

VEJA MAIS
RECORDE! ZAGUEIRO É EXPULSO AOS 34 SEGUNDOS DE JOGO NO PAULISTÃO
GOLEIRO FALHA BISONHAMENTE E ENTREGA GOL ‘DE BANDEJA’ A ATACANTE; ASSISTA
ESTA É A PIOR COBRANÇA ENSAIADA DE FALTA QUE VOCÊ JÁ VIU; ASSISTA

Na decisão por pênaltis, após empate por 1 a 1 no tempo normal, uma cobrança dos espanhóis não foi validada injustamente e isso causou a eliminação no torneio europeu de futebol de base.

O jogador Alberto Gil marcou o gol, porém a bola, já dentro da meta, bateu em um suporte de ferro que sustenta a trave e acabou voltando para fora da linha. O juiz Adrien Jaccottet, mesmo com a ajuda do assistente, invalidou o tento e disse que a redonda bateu no “poste”.

Na sequência das batidas, os ingleses não erraram nenhuma cobrança e venceram por 5 a 3. O Valencia promete entrar na Uefa para tentar anular a partida.

Assista abaixo como foi o lance, invalidado pela arbitragem: 

Como é possível??Um erro gravíssimo da arbitragem prejudicou fortemente o Valencia CF, no jogo frente ao Chelsea Football Club.Hoje na UEFA Youth League, as duas equipas tiveram de recorrer às grandes penalidades para saber quem iria passar à próxima fase.A formação espanhola marca um penalty em que a bola entra na baliza, mas o árbitro achou que tivesse batido no poste e não considerou golo… Nem o árbitro de baliza reparou que a bola tinha entrado!Um erro gravíssimo, porque no final quem se qualificou… foi o Chelsea.Retirado de: A Voz do LeãoVídeo: Sport TV

Publicado por Conferência de Imprensa em Terça, 23 de fevereiro de 2016



Jornalista desde 2012, com passagens pelos jornais ABCD Maior e Diário do Grande ABC, além do canal NET Cidade. Atualmente como repórter colaborador no site Torcedores.com.