Cruzeiro ofertará aulas de português para os estrangeiros da equipe

O modo de ensino e o local das aulas não foi divulgado. A informação foi dada pelo diretor de futebol da equipe, Thiago Scuro, durante entrevista na emissora ESPN.

LEIA MAIS

Cruzeiro é provocado, mas quem vira piada é o Atlético-MG

Élber tem contrato com Cruzeiro prorrogado por mais um temporada

A decisão tem por objetivo facilitar a relação dos jogadores estrangeiros com os brasileiros e comissão técnica e também na adaptação ao país.

O meia Arrascaeta destacou a importância das aulas e diz que é fundamental e ajuda o atleta a ganhar confiança. “Quando chega um jogador que não conhece muito o idioma, é fundamental (que tenha aulas). Isso ajudaria a se relacionar com os companheiros, para saber o que a comissão técnica quer em campo. E, coletivamente, ajudaria muito. O jogador ganharia confiança muito mais rápido”, ressaltou.

Ele também disse que não tem dificuldades em entender perguntas em português, mas ainda assim responde a elas em espanhol.

Além de De Arrascaeta, o clube conta com Ariel Cabral, Sánchez Miño, Matías Pisano, Lucas Romero e Federico Gino, que, mesmo nascido no Brasil, viveu boa parte da vida no Uruguai e não fala português.

Crédito da imagem: Reprodução/ Facebook Oficial Cruzeiro



Estudante de jornalismo no Uni-BH, futura jornalista esportiva e estagiária do jornal Hoje Em Dia. Torcedora do Maior de Minas.