Contra o Cobresal, Corinthians defende invencibilidade na altitude

Foto: Divulgação

O Corinthians inicia a trajetória na Libertadores, nesta quarta-feira, às 21h45, contra o Cobresal-CHI, em El Salvador, cidade localizada a 2.400 metros acima do nível do mar. A altitude costuma assombrar os clubes brasileiros na competição sul-americana, mas analisando bem o histórico recente, o Timão não tem muitos motivos para se preocupar.

LEIA MAIS:
Presidente do Corinthians vê naming rights da Arena encaminhado: “Está no forno” 
10 curiosidades sobre o Cobresal, adversário do Corinthians na Libertadores

O último revés da equipe alvinegra ocorreu na edição 2003: derrota por 3 a 0 para o Cruz Azul, na Cidade do México (2.240 metros). Desde então, foram disputados cinco jogos na altitude, com duas vitórias corintianas e três empates.

O histórico geral é bem equilibrado. Desde 1977, quando disputou o torneio pela primeira vez, o Timão fez 12 partidas na altitude, com quatro vitórias, quatro empates e quatro derrotas. *fonte: Diário de S.Paulo.

Vale destacar que com ar rarefeito a bola ganha velocidade, dando ainda mais trabalho aos goleiros. Alguns jogadores sentem falta de ar e precisam recorrer a cilindros de oxigênio. Há casos de sangramento nasal.

“A altitude cria dificuldade, mas temos de ter sabedoria para suportá-la. Outras adversidades vão aparecer. Trabalhamos em cima da característica da altitude, com passe no pé. O lançamento, o passe terminal é a última jogada. Senão não vamos compactar. Se vai e volta toda hora, a perna incha. São fundamentais as aproximações durante o jogo”, declarou Tite em fevereiro de 2013, dias antes de a equipe enfrentar o San José, em Oruro (3.700 metros do nível do mar).

Na edição 2016, o Corinthians voltará a jogar no mínimo mais uma vez na altitude: contra o Independiente Santa Fé, no dia 13 de abril, em Bogotá.

INVENCIBILIDADE CORINTIANA NA ALTITUDE

2003: The Strongest 0 x 2 Corinthians (La Paz – 3.640 metros)

2010: Independiente Medellín 1 x 1 Corinthians (Bogotá – 2.640 metros)

2012: Cruz Azul 0 x 0 Corinthians (Cidade do México – 2.240 metros)

2013: San José 1 x 1 Corinthians (Oruro – 3.700 metros) e Millonarios 0 x 1 Corinthians (Bogotá – 2.640 metros)

Foto: Divulgação



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)