Conheça o adversário dessa quarta do São Paulo na Libertadores

Crédito da foto: Reprodução

O mais forte. Essa é a tradução do nome do adversário do São Paulo nessa quarta feira pela Copa Libertadores. Tradicional clube de La Paz, o The Strongest chega para a sua 22ª edição de Copa Libertadores (mais do que qualquer clube brasileiro).

LEIA MAIS:
Libertadores: Globo não transmitirá nenhum jogo do São Paulo na fase de grupos

Em sua ultima participação, o The Strongest deixou a vaga para as oitavas de final escapar na ultima rodada, após uma derrota para o Internacional no Beira Rio.

Para a edição de 2016, o clube aposta em dois velhos conhecidos dos brasileiros. Alejandro Chumacero, jogador que teve uma apagada passagem pelo Sport Recife, é um volante com qualidade de saída de bola, apelidado de Schweinsteiger boliviano, e pode apresentar perigo.

O outro conhecido é o veterano Pablo Escobar, de 37 anos, que passou por diversas equipes brasileiras, como Ipatinga, Ponte Preta e Mirassol, e teve um certo destaque no Santo André.

Outro jogador que passou por terras brasileiras, é o meia Mariano Torres. Revelado no Boca Juniors, com grande destaque na base do clube xeneize, Mariano chegou a ser sondado pelo Real Madrid, mas o negócio não foi concretizado.

Em 2009, Mariano assinou com o Corinthians, de onde saiu sem jogar jogos oficiais e também vestiu a camisa do Náutico, porem, mais uma vez, não teve sucesso. No ataque, a esperança de gols é o centroavante Ramallo, autor de 11 gols na atual temporada. No gol o experiente e seguro Vaca é o titular da posição, no time do técnico Mauricio Soria.

Assim como o São Paulo, o The Strongest enfrentou um clássico local antes da partida de quarta feira. Contra o Bolívar, após estar vencendo por 2 a 0, cedeu o empate ao rival, aos 42min do segundo tempo. O The Strongest entrou em campo num 4-5-1, com a seguinte escalação: Vaca; Bejarano, Maldonado, Pereyra e Perez; Castro, Veizaga, Chumacero, Escobar e Mariano Torres; Ramallo. Escobar e Bejarano balançaram as redes do Bolívar. Para o confronto contra o São Paulo, o técnico não deve fazer alterações na equipe, salvo alguma lesão, ou problema de ultima hora.

São Paulo e The Strongest se enfrentaram 6 vezes em partidas oficiais, com 4 vitórias do São Paulo, 1 empate e 1 vitória do The Strongest.

A primeira partida aconteceu pela Copa Sulamericana de 2003, com goleada do São Paulo em pleno Hernando Siles, estadio onde joga o time boliviano. A vitoria por 4 a 1 praticamente garantiu o São Paulo na próxima fase da competição, mas ainda sim, no Morumbi, o São Paulo não deu chances, e venceu por 3 a 1.

Em 2005, o The Strongest foi um dos adversários na conquista do tri da Libertadores, pela fase de grupos. Na altitude de La Paz, o 3 a 3 foi considerado um excelente resultado. No Morumbi, já classificado, o São Paulo se impôs, e venceu por 3 a 0. Os últimos confrontos foram pela fase de grupos da Libertadores 2013 – derrota na Bolívia por 2×1, e vitoria no Morumbi, pelo mesmo placar.

Pro São Paulo, a partida de quarta é fundamental para as pretensões da equipe na Libertadores. Não existe outro resultado, até porque o São Paulo, na ultima rodada, terá a difícil missão de enfrentar a altitude de 3.637 metros acima do nível do mar, em La Paz.



Estudante de jornalismo, apaixonado por esportes, principalmente automobilismo, tênis e NBA. E o futebol? Bem, o futebol ultrapassa a barreira da paixão. É uma verdadeira obsessão. Nas horas livres, além de salvar o mundo (mentira), estou sempre escrevendo. Escrever é uma arte, e eu sou um artista.