“Brasileiro gosta de não trabalhar”, diz Petkovic, destaque de escola de samba do Rio

Crédito da foto: Reprodução

Homenageado pela escola de samba Caprichosos de Pilares na madrugada deste domingo, o sérvio Petkovic, ídolo do Flamengo, comparou Brasil e Sérvia ao comentar sobre sua fácil adaptação em terras brasileiras

LEIA TAMBÉM:
Jornalistas do Esporte Interativo manifestam apoio pela acessibilidade nos estádios

Ex-treinador do Criciúma, de Santa Catarina, Petkovic comentou que, além de não gostar de trabalhar, sérvios e brasileiros gostam muito de musica, futebol, praia e carnaval.

“A semelhança é tão grande entre o Brasil e Sérvia que eu me adaptei aqui no lado particular e profissional. Acho que tem muita coisa a ver entre sérvios e brasileiros. A gente gosta do futebol, gosta de música, gosta de praia, gosta de carnaval, gosta de não trabalhar” comentou Pet.

Com destaque para Petkovic, a escola de samba Caprichosos de Pilares teve como enredo o tema “Gringos no samba”, homenagem aos estrangeiros que fizeram de sua história o samba ou o carnaval.



Projeto de jornalista. Se alimenta de seus sonhos através de caneta e papel. Com passagens pelo Voz Caiçara. Atualmente é colaborador do Torcedores.com e, quando pode, faz mídias sociais no PSG Brasil. Um amante do futebol de base.