Apagão no Beira-Rio ajudou o Inter a se livrar do rebaixamento contra o Palmeiras em 1999

Crédito da foto: Reprodução/Youtube.

O Veranópolis não foi o primeiro clube a pisar no Beira-Rio para desafiar o Inter e sofrer com a queda de luz. Nesta quarta-feira (24), em partida pelo Gauchão, o estádio colorado apresentou três apagões no primeiro tempo. Na segunda etapa, quem apagou foi o time: com um gol contra de Jackson e outro do atacante Zambi, o VEC garantiu a surpreendente vitória de virada por 2×1 sobre o colorado.

LEIA MAIS:

Mesmo após derrota, dirigente gremista cutuca Inter

Cinco motivos para os palmeirenses comemorarem a permanência de Allione

O episódio das quedas de energia desta quarta-feira rememoram o emblemático jogo entre Inter e Palmeiras na última rodada do Brasileirão de 1999. De um lado, os gaúchos precisavam urgentemente da vitória para escaparem do rebaixamento à Série B de 2000. Do outro, o Palmeiras já de olho no Mundial Interclubes no final do ano, mas com Luiz Felipe Scolari na casamata, gremista histórico, ávido por colocar o eterno rival na segundona.

Em um jogo absolutamente tenso e nervoso, o torcedor colorado que lotou o Beira-Rio (até aquele momento, bastante iluminado) só soltou o grito de gol da garganta aos 36 minutos do segundo tempo, com um gol de Dunga. O resultado garantiria o Inter na elite do ano seguinte. Mas a partir do gol colorado, o Palmeiras cresceu de produção na reta final de partida e ensaiou uma pressão insuportável.

Eis que as luzes se apagam. Coincidentemente ou não, um dos refletores do Beira-Rio parou de funcionar justamente no momento de maior pressão dos paulistas. Até hoje não se sabe se foi uma queda de luz normal ou se mãos misteriosas resolveram dar uma força ao Inter naquele instante. O jogo ficou parado por cerca de 14 minutos. O fato é que, assim que a iluminação voltou, o atacante palmeirense Pena perdeu uma chance incrível de empatar o jogo. Relembre na voz de Galvão Bueno:

FICHA TÉCNICA: INTER 1 X 0 PALMEIRAS – 29ª rodada do Campeonato Brasileiro de 1999

 

Local: Beira-Rio, em Porto Alegre

Árbitro: Márcio Rezende de Freitas

INTER: João Gabriel; Denilson, Lúcio, Anderson e Gustavo (Celso); Enciso, Dunga e Claiton; Fabiano, Almir e Elivélton. Técnico: Émerson Leão

PALMEIRAS:  Marcos; Arce (Jackson), Agnaldo Liz, Cléber e Júnior; Galeano, Rogério e Zinho; Asprilla, Paulo Nunes e Evair (Pena). Técnico: Luiz Felipe Scolari

Gol: Dunga aos 36 minutos do segundo tempo

 



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Fã de esportes, sobretudo tênis. Colorado por paixão, jornalista por vocação e tenista por opção.