Andrés Sanchez cogita se juntar ao Palmeiras e boicotar a Libertadores por naming rights

Foto: Reprodução/SporTV

O superintendente de futebol do Corinthians, Andrés Sanchez concedeu entrevista ao programa Mesa Redonda, para a TV Gazeta. O dirigente corintiano mandou recado para a Conmebol caso o Timão acerta com os naming rights e a entidade boicotar o nome do estádio e se junta com Palmeiras pela Allianz Parque.

LEIA MAIS:
CONFIRA O VÍDEO QUE NENÊ FILMOU EM SÃO JANUÁRIO APÓS VENCER O FLAMENGO

“Falo por mim, mas, com certeza, o Corinthians abraça a ideia e faz o que tiver de fazer. O Corinthians vai junto com o Palmeiras. Se o Palmeiras falar que não vai disputar, não vamos disputar. O Paulo Nobre (presidente do Palmeiras) sabe que topamos isso”, comentou Andrés Sanchez.

Andrés Sanchez garante que caso a Conmebol tome a mesma atitude com o Corinthians, como fez com o Palmeiras por conta do naming rights da Arena. O Corinthians cogita deixar a disputa da Copa Libertadores da América e fala para o alviverde não ceder jamais e pede que o arquirrival siga na competição.

“O dia que o Corinthians tiver nome lá e a Conmebol falar isso, não joga a Libertadores. Deus queira que o Palmeiras não ceda jamais. Não pode ceder. É um absurdo, a coisa mais ridícula que tem. Isso não existe, estamos no século XXI. Não é propaganda nova no campo para faturar, é nome do estádio, o nome da minha casa. Não tem cabimento. É a maior besteira do futebol da América do Sul”, completou.



Radialista, Jornalista com passagens como correspondente pelo site italiano CalcioNews24.com e pelo Arena Rubro-Negra. Atualmente setorista do Fluminense e Futebol Sul-Americano no Torcedores.com