Exclusivo: Mauro Beting exalta contratações de Corinthians e Palmeiras para a temporada

Palmeiras
Crédito de imagem: Reprodução Twitter

O jornalista Mauro Beting concedeu uma entrevista exclusiva para o Tocedores.com, Beting falou sobre o Paulistão, Libertadores e sobre os grandes de São Paulo. Hoje na Fox Sports, o comentarista já passou por diversos veículos de imprensa renomados. Como o grupo Bandeirantes, Rádio Jovem Pan, Lance!, entre outros.

Na conversa, o jornalista também contou qual foi seu jogo inesquecível e sobre o evento esportivo que mais o surpreendeu. Confira a entrevista:

T: Qual clube paulista contratou melhor no Mercado da Bola?

MB: Quem melhor contratou, nós só iremos saber depois que o campeonato parar. No entanto eu entendo que Palmeiras e Corinthians fizeram boas contratações. O Corinthians por ter que repor seis titulares que se perderam. O Palmeiras pela necessidade de reforçar o elenco que já era bom e que ficou melhor.

T: Qual clube paulista é o favorito para conquistar o Paulistão?

MB: O Santos é um dos favoritos, porque é o atual campeão e também por não disputar a Libertadores como os rivais. Vejo o Corinthians muito forte na reconstrução e o Palmeiras mesmo que não esteja jogando bem, tem potencial para chegar lá. O São Paulo deve focar mais na Libertadores. Nos últimos anos nunca vi tantas equipes do interior fortes, então podemos ter uma surpresa como o Ituano (2014), mas eu fico com Santos, Corinthians e Palmeiras.

T: Qual clube brasileiro é o favorito para vencer a Libertadores?

MB: O Corinthians já foi o maior favorito, mas por ter perdido seis titulares ainda é uma incógnita. Com o início forte de 2016 ainda permanece entre os favoritos. Entre os clubes brasileiros eu vejo o Corinthians, Grêmio e Atlético-MG (pelo reforço do Robinho). O Palmeiras está em um nível um pouco abaixo e o São Paulo abaixo de todos os quatro.

T: Qual é o jogo inesquecível do seu time de coração?

MB: Na minha opinião, não tem outro jogo a não ser o 12 de junho de 1993, o dia da paixão palmeirense. Não por acaso, fiz o meu primeiro documentário que trata dos 16 anos na fila e do final dela com os 4 a 0 sobre o Corinthians na decisão do Campeonato Paulista. Esse é o meu jogo inesquecível como palmeirense e como jornalista.

T: Qual evento esportivo que você cobriu que mais te surpreendeu?

MB: Eu nunca havia pensado nisso, mas nos meus 25 anos de profissão o evento que eu tenha coberto que mais me surpreendeu foi a Libertadores de 2004 com o Once Caldas-COL campeão. O São Paulo se formava e viria a ser Tricampeão da América, mas foi um ano maluco. O Once Caldas-COL campeão da Libertadores, O Porto-POR com o Mourinho foi campeão da Liga dos Campeões e sobretudo a Grécia campeã da Eurocopa. Então pelo conjunto da obra, o ano de 2004 foi surpreendente.