Veja quais são os objetivos do Vasco do Gama em 2016

Arte/Torcedores.com

O ano de 2016 mal começou e o Vasco da Gama já tem claramente definido, ao menos para muitos de seus torcedores, quais são os seus objetivos para esta nova temporada. Tendo pela frente três competições, o Gigante da Colina deve conquistar títulos e fazer boas campanhas, a fim de mostrar uma melhora significativa em relação ao ano passado.

LEIA MAIS:
Vascaínos zoam pintura do Fluminense no Maracanã: “Freguês”
Opinião: 2015, o ano em que o conservadorismo voltou ao futebol
Torcedor invade campo, mas é detido por goleiro com um golpe de judô; assista
Goleiro da Roma ofende fã por vestido ousado: “Pensaram que eu namoraria isso”

Logo de cara o Vasco participa da Copa São Paulo de Futebol Júnior e, embora vá mandar para o torneio um time bastante diferente em relação ao que encerrou o ano nas suas categorias de base, tem por obrigação mostrar jogadores de potencial futuro para o time principal. As categorias de base serão uma aposta da atual diretoria em 2016 e, se der certo, deverá ser a tônica do nova política do clube.

Para o Campeonato Carioca, competição na qual o Vasco foi campeão em 2015, a obrigação é de conquistar o bicampeonato. Enfrentando os rivais Flamengo e Fluminense mais preocupados em protestar contra a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) e um Botafogo em reconstrução, o Cruzmaltino, que manteve seus principais jogadores no elenco, tem que vencer.

Assim como o Campeonato Brasileiro Série B. Ser campeão é uma obrigação não tão honrosa quanto no Estadual, porém, é necessária. O Vasco precisa mostrar a si mesmo e aos seus torcedores um time forte e com potencial de crescimento para 2017. Por isso, fazer da Série B um lugar de supremacia vascaína é obrigação.

O mesmo não vale, no entanto, para a Copa do Brasil. Na competição cujo prêmio é garantir um caminho mais curto para a Libertadores, o Vasco precisa, ao menos, chegar entre os 16 primeiros colocados, mostrando que tem condições de competir com os times de elite. O que vier depois disso, como se diz por aí, é lucro.

Não obstante, mais do que alcançar todos esses resultados, o Vasco deve aproveitar o ano para se reestruturar, tanto dentro quanto fora de campo. É preciso pensar como gigante desde já e pôr isso em prática para, daqui a alguns anos, não se ressentir dos erros atuais.

Foto: Arte/Torcedores.com