Sávio diz que duelo contra o Corinthians foi o melhor jogo da sua carreira

Sávio Bortolini Pimentel era um atacante que começou sua carreira no Flamengo e formou trio de ataque juntamente com Romário e Edmundo. Suas atuações com a camisa rubro-negra renderam um contrato com o Real Madrid, onde ajudou a equipe merengue a conquistar três de suas dez Champions League, fora campeonatos espanhóis e outras conquistas. Ele ainda vestiu as camisas de Real Zaragoza (ESP), Bordeaux (FRA), Real Sociedad (ESP), Levante (ESP), Desportiva (ES), Anorthosis Famagusta (CHP) e Avaí (SC), onde encerrou sua carreira.

O jogador de drible insinuante e fácil acabou se tornando comentarista do Esporte Interativo e num evento realizado em São Paulo nesta terça-feira (19), ele falou sobre a exeperiencia de ser comentarista e revelou qual jogo ele gostou de ter atuado em sua carreira.

Torcedores: Sávio, como é a experiência de ser comentarista do Esporte Interativo?

Sávio: Uma experiência muito bacana, pois falamos de competições diferentes, como a Liga dos Campeões da Europa, onde joguei várias vezes e estar com eles é muito legal, pois a receptividade que eu tive no Esporte Interativo foi muito bacana. Fizemos vários jogos importantes e eles sempre me deixaram à vontade. Vamos para o inicio das oitavas de final, o mata-mata, e por ter a experiência do outro lado, sei que será uma emoção muito grande.

Torcedores: E no canal você é colega do Zico, um dos maiores camisas 10 do Flamengo e do futebol mundial, como é estar ao lado dele?

Sávio: É muito bom, porque em primeiro lugar, ele sempre foi minha referência, meu ídolo. Cresci no Flamengo e sempre o via treinar e jogar, bem como tive vários contatos depois. Recentemente quando lancei o meu livro, ele esteve junto e agora trabalhar com ele é fantástico. O Zico, além de maior ídolo da história do Flamengo, é um dos maiores ídolos do futebol nacional e uma pessoa muito boa, do bem, humilde. Isso é muito importante para mim.

Torcedores: Você jogou no Real Madrid ao lado do Zidane, como foi estar junto dele e como você acha que ele se sairá como treinador do clube?

Sávio: Joguei no meu último ano no Real ao lado dele e confesso que aprendi demais, mesmo já tendo 28 anos à época aprendi muito, não apenas dentro de campo, sua qualidade técnica como jogador, do Real Madrid e da Seleção Francesa, mas também como pessoa. Ele é de uma integridade muito grande, amigo. Tenho certeza que ele vai ter sucesso na carreira de treinador porque ele tem muito conhecimento, aprendeu, está aprendendo desde algum tempo na base do Real Madrid e agora foi efetivado. Desejo a ele o maior sucesso do mundo.

Torcedores: Aquele jogo entre Corinthians e Real Madrid foi um dos mais marcantes que você esteve, comente sobre ele.

Sávio: Aquele realmente foi um dos maiores jogos que eu joguei com a camisa do Real. Aquele foi um jogo bonito de se ver. Pegado e ao mesmo tempo com muitos gols e naquele jogo quase tivemos um gostinho de felicidade, pois aos 40 do segundo tempo fiz uma jogada pela esquerda e sofri um pênalti que o Anelka perdeu o que seria o terceiro gol do Real Madrid. O Corinthians empatou e foi para a final daquele mundial contra o Vasco no Maracanã. Sempre é bom mesmo não classificando participar de jogos assim.

Torcedores: Estamos aqui no Morumbi, este estádio te traz alguma recordação?

Sávio: Tive alguns jogos especiais no Morumbi, como o que fiz no antigo Rio-SP quando o Flamengo bateu o São Paulo por 3 a 1. Fiz o terceiro gol e os outros dois do Romário, e foi muito bacana, porque mesmo não existindo mais, era gostoso jogar o Rio-SP.

Foto: Sandro Varela/Torcedores.com