Rafael Rato comenta retorno à Seleção Brasileira de Futsal

Foto: FIFA

Ele é considerado um dos jogadores mais completos do mundo e em 2016 vestirá a camisa da Seleção Brasileira de Futsal após a conquista da Copa do Mundo em 2012. O fixo/ala Rafael Rato é um dos convocados para as classificatórias nas Eliminatórias do Mundial, que acontece no Paraguai de 5 a 13 de Fevereiro.

Divulgação

LEIA MAIS:
Conheça a nova equipe de Falcão: o Magnus Futsal
Futsal Espanhol: Movistar enfrenta o Levante antes da pausa para o Campeonato de Seleções

Desde 2004 no futsal Europeu, Rafael ganhou destaque na modalidade pela facilidade que tem em atuar tanto na parte ofensiva quanto na defensiva. Ele revela que sempre se preocupou em melhorar fundamentos que considerava pontos fracos e tornou-se, assim, uma das principais peças do Movistar Inter – equipe que o brasileiro defende desde 2011.

“Sempre busquei trabalhar todos os aspectos e fundamentos do futsal, mas também sempre tive bons treinadores que me cobravam isso. Essa qualidade de ser polivalente acredito que seja um conjunto dessa exigência dos dois lados, me ajudando a chegar a esse nível de competição e de ter essa característica. Sempre me interessei por melhorar meus aspectos defensivos, assim como minha parte ofensiva. Nos treinamentos, minha grande preocupação era com as partes onde tinha mais deficiência, por isso, acredito, cheguei no nível que estou”, revela o brasileiro, que foi apontado como um dos três melhores jogadores da Liga Espanhola em 2014, em entrevista à CBFS.

Sobre os desafios nas Eliminatórias, Rafael destaca a força dos argentinos. Ele acredita que o nível do futsal Sul-Americano evoluiu bastante, principalmente por conta da abertura do mercado. Atualmente, muitos jogadores do continente atuam no futsal europeu e a mescla de estilos é benéfica para elevar o nível da modalidade no território sul-americano, como aponta.

“Sabemos que as seleções Sul-Americanas são bem aguerridas, dificéis de jogar. A Argentina vem crescendo bastante a nível mundial, com jogadores que atuam em várias partes da Europa, principalmente na Itália, onde exploram muito bem essa mescla da garra do sul-americano com a disciplina tática europeia. Cada ano que passa as seleções vão crescendo e o nível de dificuldade já aumentou muito. Será uma Eliminatória muito boa, difícil, e precisamos trabalhar muito para garantir a classificação para o Mundial da Colômbia”, explica.

A estreia do Brasil nas Eliminatórias está marcada para o dia 5 de fevereiro, contra a Venezuela. Vale lembrar que na primeira fase o Brasil ainda encara Paraguai, Equador e Peru. No Grupo B estão Colômbia, Chile, Argentina, Uruguai e Bolívia.

Confira os convocados da Seleção Brasileira:

Goleiros – Gian (Intelli), Tiago (Magnus Futsal) e Dudu (Krona);

Fixos – Caio (Jaraguá), Rato (InterMovistar) e Rodrigo (Magnus Futsal);

Alas – Ari (MFK Dinamo – Rússia), Daniel (InterMovistar – Espanha), Xuxa (Krona), Fernandinho (MFK Dinamo – Rússia), Bateria (Barcelona – Espanha), Marcênio (Gazpron – Rússia);

Pivôs – Jé (Kairat – Cazaquistão), Pito (Carlos Barbosa) e Diego (Magnus Futsal).

Fonte: CBFS