Palmeiras enfrenta o paraguaio Libertad buscando ganhar tarimba na Libertadores

Crédito da foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Começa nesta quarta-feira, em Montevidéu, a quinta edição da Copa Antel – nome oriundo da agência nacional de telecomunicações, empresa estatal uruguaia

.

LEIA MAIS:
Avanti leva sócios-torcedores para pré-temporada do Palmeiras no Uruguai

Quatro equipes disputam o torneio: Peñarol e Nacional, times uruguaios que detêm, respectivamente, 5 e 3 títulos da Libertadores; Libertad, do Paraguai, que tem sido uma das quatro forças guaranis nos últimos anos; e Palmeiras, que utilizará este torneio como treino para a Libertadores 2016, que começa em fevereiro. Assim, Marcelo Oliveira poderá colocar em cena as novas contratações alviverdes e decidir qual será a melhor escalação do time para o início do ano.
A primeira partida será entre Palmeiras e Libertad, e acontece às 19h30 (horário de Brasília). Na sequência, o confronto será entre Pañarol e Nacional, a partir das 22h15. Os perdedores destes embates se enfrentarão pelo terceiro lugar, sábado, dia 23, a partir das 20h, e às 22h15 acontecerá a final, obviamente entre os vencedores das partidas desta quarta.
No histórico de confrontos contra o Libertad, o Palmeiras leva vantagem. São duas vitórias, dois empates e apenas uma derrota para o time paraguaio, na Libertadores de 2013. Confira.

06/02/1938 – Palmeiras 2×2 Libertad-PAR
16/11/1942 – Palmeiras 4×2 Libertad-PAR
23/12/1945 – Palmeiras 3×3 Libertad-PAR
28/02/2013 – Libertad-PAR 2×0 Palmeiras
11/04/2013 – Palmeiras 1×0 Libertad-PAR

Com exceção do Libertad, todos os outros clubes participarão da edição deste ano da Libertadores. Para o time alviverde da Pompeia, é uma ótima oportunidade para entrosar o elenco e experimentar a pressão de jogar no Uruguai – mesmo porque um dos adversários da fase de grupos é o Nacional, que costuma exercer muita pressão dentro de casa. E estando em um dos grupos mais acirrados da competição sulamericana, o Verdão não podia se dar ao luxo de perder essa chance de sentir a temperatura dos rivais latinos.

Crédito da foto: Reprodução/Site oficial da Sociedade Esportiva Palmeiras



Redator, professor e compositor. Tive a honra de começar minha jornada no Departamento de Telejornalismo da Bandeirantes, junto a Mauro Beting. Fã dos esportes em equipe, sou um devoto dos torneios internacionais. Acredito que o futebol, como qualquer paixão, tem que ser vivido no coração e na mente. Sem excessos e com bom senso.