Rio 2016: Empresas responsáveis pela limpeza da Baia de Guanabara estão sem receber

FOTO: Divulgação

Faltando apenas 200 dias para o começo das Olimpíadas do Rio-2016, a poluição da Baia de Guanabara é um dos assuntos mais polêmicos, porque a Baia é o local onde serão disputadas as provas de vela. Os ecobarcos são o principal trunfo do governo do estado porque são capazes de retirar o lixo que se acumula na água. A informação é da Agência Brasil.

LEIA MAIS:
Condição de Sheilla na Turquia preocupa José Roberto

A empresa Pro Oceano, responsável por apontar os locais de coleta foi contratada em julho de 2015, ainda não recebeu nenhum pagamento. A divida entre o Governo e a empresa somam cerca de R$ 500 mil. Mesmo assim, a companhia afirma que o serviço está sendo prestado normalmente. O contrato que se encerra neste mês está em processo de renovação.

As empresas Ecoboat e Brissoneau que são as responsáveis pela operação dos barcos estão sem receber desde setembro do mês passado. Em nota, a Secretaria Estadual do Ambiente informou que está em contato com as empresas, que têm o compromisso de não paralisar o trabalho. A previsão da secretaria é que, até fevereiro, uma parte dos pagamentos seja regularizada.

Crédito da foto: Divulgação