Maldição do Mago? Substitutos de Valdivia somam apenas 7 jogos somados

Se o torcedor do Palmeiras reclamava da sequência de jogos de Valdivia pelo clube é porque não imaginaria que seus substitutos seriam piores no quesito frequência. Cleiton Xavier e Fellype Gabriel que foram contratados ano passado para a função do Mago não somaram nada mais, nada menos que um total de 666 minutos em campo, que daria aproximadamente, 7 jogos juntos. O levantamento foi da ESPN 

LEIA MAIS:
Após faturar R$ 40 milhões, Palmeiras quer terminar ano como líder do ranking de sócios-torcedores
Em cobrança de pênalti ‘malandra’, Hulk engana o goleiro e leva público ao delírio. Assista

O Palmeirense ficou empolgado quando o Verdão anunciou o retorno de Cleiton Xavier ao clube, em sua primeira passagem pelo time, Cleiton foi um jogador importantíssimo, que ajudou o Palmeiras a se classificar para a fase de mata mata da Libertadores de 2009.

O meia foi para o Metalist – UCR da Ucrânia e retornou após cinco anos, o torcedor tinha a esperança que Cleiton seria o camisa 10 ideal ao time, mas o jogador não se firmou e conviveu com diversas lesões em 2015. No ano passado, o meia jogou apenas 644 minutos com a camisa do Verdão.

Nesse ano Cleiton já sofreu sua primeira lesão e tem previsão de volta apenas para março.

Já Fellype Gabriel chegou no meio da temporada, em maio. Fora de forma, treinou meses em separado até readquirir sua forma ideal, mas o meia só jogou em novembro, foram apenas 22 minutos contra o Vasco. Para 2016, o jogador não tem futuro garantido, em baixa o meia pode ser negociado com outra equipe.

O Palmeiras contratou ainda dois novos jogadores para tentar suprir a ausência do Mago. Moisés e Régis, duas apostas. Moisés estava no futebol da Croácia, no Rijeka e lá na última temporada disputou apenas 12 jogos. Já Régis vem de uma temporada com mais sequência, o meia que veio do Sport disputou 58 partidas com a camisa do Leão.

Foto: César Greco / Palmeiras – Montagem



Jornalista em formação. Fanático por esportes, principalmente futebol. Vivo em busca de desafios e oportunidades que a vida me proporciona.