Jogadora acusa árbitro de convidá-la para encontro em meio a jogo na Espanha

Uma jogadora de futebol romena que atua na Espanha afirmou nesta quarta-feira que, dois dias após ter acusado um árbitro de tê-la chamado para um encontro em meio a um jogo, não entrará com processo formal na Federação Espanhola sobre o caso.

Elena Pavel, jogadora do Casajol Huelva, da primeira divisão do futebol feminino espanhol, afirmou na última segunda-feira que o árbitro Santiago Quijada Alcon tentou provocá-la durante o duelo contra o Santa Teresa, no último domingo, a chamando para um café após a partida.

“Morena, tomaria um café com você”, ele teria dito, segundo a jogadora, em entrevista à agência EFE.Ela teria respondido que ele deveria se focar na arbitragem. Quijada negou as acusações.

Porém, nesta quarta, Pavel decidiu que não entrará com processo porque não teria como provar o caso, já que é a palavra dela contra a dele e não houve testemunhas da situação.

“Parei de crer no futebol, no jogo limpo. Me sinto impotente, humilhada. Nos muitos anos em que pratico este esporte nunca senti tanta vergonha”, finalizou a atleta.

Foto: Divulgação/Huelva



Jornalista esportivo.